segunda-feira, 19 de agosto de 2013

1000 - PROGRAMAS NOS PASSOS DE PAULO

Queridas Amigas e Amigos,
Seguidores dos passos de Paulo
Graça e paz!
Nós, Equipe do Programa Nos passos de Paulo, temos a alegria de partilhar com vocês que no próximo dia 19 de agosto faremos o programa Nos passos de Paulo de número 1000!
Foram 1000 programas dedicados a tornar o Apóstolo Paulo mais conhecido em nossa grande Arquidiocese de São Paulo e muito mais além, pois as ondas da Rádio 9 de Julho chegam  longe!
         Só temos a agradecer a amizade, a confiança, a colaboração de cada um de diversas formas e também as orações que foram muito necessárias para perseverarmos diante de tantos desafios. Obrigada!
         Sigamos juntos, nos passos do Apóstolo Paulo, na certeza de que “Aquele que nos chamou é fiel e é ele quem age”.

Suas irmãs paulinas,
Edicléia, Noemi, Rosa e Rosinha

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO POR OCASIÃO DA SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA


MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO 

POR OCASIÃO DA SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA

Vaticano, 6 de agosto de 2013

Queridas famílias brasileiras,

Guardando vivas no coração as alegrias que me foram proporcionadas durante a recente visita ao Brasil, me sinto feliz em saudá-las por ocasião da Semana Nacional da Família, cujo tema é “A transmissão e a educação da fé cristã na família”, encorajando os pais nessa nobre e exigente missão que possuem de ser os primeiros colaboradores de Deus na orientação fundamental da existência e a segurança de um bom futuro.
Para isso, “é importante que os pais cultivem as práticas comuns de fé na família, que acompanhem o amadurecimento de fé dos filhos” (Carta Enc. Lúmem Fidei, 53). Neste sentido, os pais são chamados a transmitir, tanto por palavras como, sobretudo pelas obras, as verdades fundamentais sobre a vida e o amor humano, que recebem uma nova luz da Revelação de Deus.
De modo particular, diante da cultura do descartável, que relativiza o valor da vida humana, os pais são chamados a transmitir aos seus filhos a consciência de que esta deva sempre ser defendida, já desde o ventre materno, reconhecendo ali um dom de Deus e garantia do futuro da humanidade, mas também na atenção aos mais velhos, especialmente aos avós, que são a memória viva de um povo e transmissores da sabedoria da vida.
Fazendo votos de que vocês, queridas famílias brasileiras, sejam o mais convincentes arautos da beleza do amor sustentado e alimentado pela fé e como penhor de graças do Alto, pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida, a todos concedo a Benção Apostólica.
Papa Francisco

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

19º DOMINGO DO TEMPO COMUM – ANO C - COMENTÁRIO DAS LEITURAS


19º DOMINGO DO TEMPO COMUM – ANO C
Leituras: Sb 18, 6-9; Sl 32(33); Hb 11, 1-2.8-19; Lc 12, 32-48 
* Por Gabriel Frade

Vigiai e orai!
Na celebração deste Domingo, as leituras nos apresentam a necessidade de vigiar e de esperar em Deus. O livro da Sabedoria mostra a releitura de um dos momentos mais importantes da história de Israel: a intervenção de Deus na libertação de seu povo; o êxodo do Egito.
Na leitura, se diz que Deus mostrara antecipadamente ao seu povo o que iria acontecer na saída do Egito, como maneira de encorajar os temerários, fortalecendo a fé e, ao mesmo tempo, fomentando a comunhão entre todos os membros do povo.
Também a nós, Deus vem nos encorajar e fortalecer nossa fé neste Domingo. Revelando-se sempre como um Pai amoroso: “Deus eterno e todo-poderoso, a quem ousamos chamar de Pai, dai-nos cada vez mais um coração de filhos, para alcançarmos um dia a herança que prometestes” (Oração do dia).
Ao fazermos memória do Senhor nesta celebração, ele renova suas promessas para com cada um de nós e nos convida a abraçarmos a fé através da sua Palavra proclamada.
No evangelho Jesus nos adverte para estarmos prontos: com os rins cingidos e as lâmpadas acesas. A mesma atitude do povo à espera da passagem de seu Deus na páscoa do Egito.
Devemos estar à espera Dele, sabendo que essa espera advém da consciência de sermos “o pequeno rebanho” escolhido por Deus e a nós revelado por Jesus, quase como uma forma de encorajar a nossa espera pelo Mestre e Senhor.
De fato, só pode esperar aquele que ama, aquele que está certo de reencontrar o objeto de seus desejos. Jesus quer soprar na cinza de nosso coração para que a brasa do amor possa novamente arder e para que possamos fazer frente às exigências do Reino.
Na segunda leitura se faz menção às personagens bíblicas do AT, de modo particular à figura de Abraão, o Pai da fé.
Assim como Abraão, Deus se revela a cada um de nós como amigo, como aquele que nos apresenta uma promessa já cumprida, porém,  pelo seu Filho. Assim como Abraão, somos chamados em nosso hoje a sair - quem sabe - de uma vidinha quotidiana, talvez insossa, voltada para o nosso próprio umbigo e a levantar nossas cabeças e a olhar para os céus, para nossa pátria definitiva com o Ressuscitado.


DIA DOS PAIS

Em 1909, Sonora Louise Smart Dodd, depois de ouvir um sermão numa missa do Dia das Mães, em Washington, desejou fazer o mesmo em relação à seu pai, por quem nutria sincera admiração e amor.

Sonora compreendeu a força e a generosidade demonstradas por seu pai, um militar veterano da guerra civil, que criou sozinho os seis filhos, depois da morte da mulher. Graças aos esforços de Sonora, o primeiro Dia dos Pais foi celebrado a 19 de junho de 1910. Porém, só muitos anos depois de a ideia ter sido apoiada pela população, em 1966, o presidente Lyndon Johnson assinou o decreto que instituiu o terceiro domingo de junho como o Dia do Pai, nos Estados Unidos.

Hoje, mais de 11 países comemoram o Dia dos Pais, a seu modo, em datas diversas e conforme seus costumes. Os alemães não possuem um Dia dos Pais oficial; costumam comemorar a data junto com a Ressurreição de Jesus Cristo.
O povo inglês celebra a data com estilo, sem consumismo nem reuniões familiares; optaram por enviar cartões elegantes e alusivos à festa, que acontece em junho. Essa ideia surgiu na Babilônia, há mais de quatro mil anos, quando um jovem chamado Elmesu esculpiu em argila o primeiro cartão, desejando sorte, saúde e vida longa a seu pai.

No Brasil, o Dia dos Pais começou a ser celebrado em 1953, no dia da Festa de São Joaquim, pai da Virgem Maria; depois passou oficialmente para o segundo domingo de agosto, visando interesses dos comerciantes, embora se saiba que a homenagem tem sentido mais profundo do que o comercial.

Em alguns países, o Dia dos Pais é festejado no Dia de São José, a 19 de março. Para os europeus, não há dia melhor para se festejar o Dia dos Pais do que o Dia de São José, pai por excelência, na tradição católica. São José faz lembrar o pai que se encontra em cada uma das famílias.

Ser pai é um dos maiores desafios de um homem. Às vezes é estressante, mas extremamente compensador. Ser pai é, acima de tudo, uma vocação que vem de longe, do infinito. O verdadeiro pai não abandona, não rejeita o filho. O pai dá sua vida pelo filho. Mas só amar o filho não basta, é preciso ir além do amor, participando de sua vida, integralmente. Essa é a pedagogia amadurecida de Deus-Pai. É dela que falava Jesus, quando declarou: "O meu ensinamento não vem de mim mesmo, mas daquele que me enviou". (Jo 7,16). Todo maravilhoso sentido da existência, revelado por Jesus, foi resultado da comunhão com o Pai.
(Fonte: www.paulinas.org.br)

sábado, 3 de agosto de 2013

HOMENAGEM A TODOS OS PADRES


UMA CANÇÃO SACERDOTAL
(Antônio Cardoso – CD Juntos)


Fui escolhido pra servir-te
E para amar-te meu irmão
Meu coração se dividiu entre o meu ser
E o teu ser em comunhão
A vida colocou-me frente a frente
Com um reino
Um reino que eu sonhava
E era minha vocação

Me fiz um sacerdote para ser como Jesus
Eu quero iluminar-te e receber a tua luz
A cruz que eu abracei, é a tua cruz ó meu irmão
Se for preciso dar a vida, é minha vocação

Eis-me aqui Senhor para servir
Eis-me aqui Senhor no teu altar
Celebrar a vida e a vida em comunhão
A minha vida eu quero te entregar

Abandonei a minha casa
E os meus pais para lutar
Por muita gente que não tem uma família
Um grande amor, ou mesmo um lar
Não fui indiferente ao teu chamado
Meu Senhor
Conserva-me na graça, na graça do amor

Agora eu faço uma oração
Para louvar-te meu Jesus
Te agradecer por este dom
E pela minha vocação
É impossível ser chamado e não obedecer
Tu tens a minha vida e o meu ser em tuas mãos.

Parabéns a todos os Padres!