sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

São Paulo em poesia

ATÉ QUE CRISTO SE FORME EM VÓS, EU CONTINUAREI SOFRENDO” (Gl 4,19).

Eu era um judeu praticante
Amava o meu povo e a Lei
Por ela eu dava a vida
Seguia Moisés cada instante

Um dia parti pra Damasco
Pra perseguir os cristãos
Enquanto eu ia chegando
A luz, meus olhos foi cegando

 
Caí por terra e ouvi
Alguém que dizia assim:
“Saulo porque me persegues?”
E eu então perguntei:
“Quem és tu Senhor?”
Ele me respondeu:
“Eu sou Jesus, a quem tu persegues.”

Então entrei em Damasco
E não pude ver por três dias
Mas o Senhor me amparou
Me enviou Ananias

Fui por ele batizado
Os meus olhos se abriram
A graça me abraçou
E eu fiquei curado

Senti que Jesus me chamava
E não pude ficar parado
Sua força me impulsionava
E o evangelho com amor anunciava

Logo veio o sofrimento
Que o Senhor me falou
Açoites, flagelos
Fugas e prisões

Mesmo assim fui feliz
Pois Cristo estava ao meu lado
Não me deixou um instante
Nunca fui abandonado

Durante as minhas viagens
Fundava as comunidades
As quais eu amava e cuidava
Com muito ardor e coragem

Amei o Cristo até o fim
Até poder dizer:
Já não sou mais eu quem vive
É Cristo que vive em mim

Fui martirizado
E Cristo foi proclamado
E hoje desejo uma coisa:
Que Cristo em vós seja formado

Aqui do céu eu os olho
E peço ao Senhor
Que vocês vivam com amor
E que O proclamem com ardor!
(Ir. Edicleia Tonete, fsp)

Um comentário:

  1. Lindo d++++++++++++,Irmã,amei!!!
    Parabéns pelo talento que Deus lhe deu.
    Que Paulo continue a motivar a sua vida e de toda a família Paulina.
    abraço fraterno
    Antoni BigCuore.sp.sp.-BLOG BEM VIVER - http://antonibigcuore.blogspot.com

    ResponderExcluir