sexta-feira, 9 de novembro de 2012

ORAÇÃO PELA PAZ NA CIDADE DE SÃO PAULO


Diante do crescente aumento dos índices de violência no Estado de São Paulo, o arcebispo metropolitano, cardeal dom Odilo Pedro Scherer, recomendou que os fiéis rezem pela paz.
O cardeal pediu, ainda, que a oração seja divulgada nos meios de comunicação e nas mídias digitais, e que “as pessoas, famílias, grupos, comunidades e paróquias a rezarem pela paz em nossa cidade”, disse.
A baixo a oração pela paz. Baixe, também o PDF da oração, e da Oração de São Francisco.


5º Mandamento da Lei de Deus: “não matarás!”
“Felizes os mansos; eles possuirão a terra;
felizes os que promovem a paz:
eles  serão chamados filhos de Deus!” (Mt 5,3.9).

Oração pela paz

Ó Deus, Pai de todos nós,
que enviastes ao mundo vosso Filho, o Príncipe da Paz,
para que tivéssemos vida e paz por meio dele,
nesta hora tão difícil para a cidade de São Paulo,
nós vos pedimos com fé e humilde confiança:
enviai sobre todos nós o Espírito Santo
e despertai nos corações sentimentos de respeito por todos.
Que todos os habitantes desta Cidade,
colocando de lado as diferenças,
procurem unânimes edificar o convívio fraterno
na justiça, no respeito e na solidariedade,
a fim de que a nossa Cidade supere a violência
e nela habite a Vossa paz. Amém!

São Miguel Arcanjo, defendei-nos e protegei-nos!
São Paulo Apóstolo, ensinai-nos os caminhos da paz!
Nossa Senhora, Rainha da Paz, rogai por nós!

------------------------------

5º Mandamento da Lei de Deus: “não matarás!”
“Felizes os mansos; eles possuirão a terra;
felizes os que promovem a paz:
eles  serão chamados filhos de Deus!” (Mt 5,3.9).

Diante da onda de violência, rezemos pela paz em São Paulo

Oração de S. Francisco de Assis

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre,
Fazei que eu procure mais consolar, que ser consolado;
compreender que ser compreendido; amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém

São Miguel Arcanjo, defendei-nos e protegei-nos!
São Paulo Apóstolo, ensinai-nos os caminhos da paz!
Nossa Senhora, Rainha da Paz, rogai por nós!


Nenhum comentário:

Postar um comentário