domingo, 22 de abril de 2012

III Domingo de Páscoa – Comentário das Leituras

III Domingo de Páscoa – Ano B

Leituras: At 3, 13-15.17-19; Sl 4; 1 Jo 2, 1-5a; Lc 24, 35-48.

* Por Gabriel Frade

A liturgia da Palavra deste terceiro Domingo de Páscoa nos coloca diante da Ressurreição de Jesus. A primeira leitura dos Atos apresenta o discurso de Pedro no Templo de Jerusalém. Os Apóstolos se apresentam como testemunhas da ressurreição e a boa notícia por eles anunciada é o perdão dos pecados para todo aquele que se arrepende e se volta para Deus. A questão da ressurreição de Jesus está no centro da fé cristã. A afirmação de Pedro continua valendo para cada um de nós: “Deus o ressuscitou, e disso nos somos testemunhas!”. Na medida em que experimentamos o Cristo em nossa vida, principalmente através da liturgia, conseguimos testemunhá-lo perante o mundo, a anunciá-lo como o único capaz de dar pleno sentido à existência humana (cf. Salmo responsorial). De fato, num contexto muito específico do ponto de vista histórico, a segunda leitura vem ratificar o papel de Cristo em relação ao perdão. Experimentar o perdão do ressuscitado é colocar em prática seus mandamentos; é amar o irmão como a si mesmo. Do contrário corre-se sempre o risco de reduzir o cristianismo à apenas um “tratado de boas intenções”.
No Evangelho Jesus se coloca em meio a comunidade apostólica: da mesma forma, na celebração, o ressuscitado se coloca em meio à nossa comunidade e nos indaga sobre nossa fé em sua ressurreição. Apesar da dificuldade e da incredulidade dos discípulos – dificuldade e incredulidade muitas vezes também nossas! – o Senhor não titubeia em nomea-los testemunhas qualificadas de sua ressurreição: neste domingo, ao celebrarmos com fé o Senhor nos nomeia suas testemunhas e nos convida a sermos portadores da sua boa notícia: Deus quer o bem de toda a humanidade!

*Gabriel Frade é leigo, casado e pai de três filhos. Graduado em Filosofia e Teologia pela Universidade Gregoriana (Roma), possui Mestrado em Liturgia pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora D’Assunção (São Paulo). Atualmente é professor de Liturgia e Sacramentos no Mosteiro de São Bento (São Paulo) e na UNISAL – Campus Pio XI. É tradutor e autor de livros e artigos na área litúrgica. Participa todas as sextas-feiras do Programa Nos Passos de Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário