terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A CONVERSÃO DE SÃO PAULO SEGUNDO GIOVANNI BATISTA GAULI


Pintado em Gênova - Itália, no século 17, por Giovanni Batista Gauli, pertence à Abadia de São Paulo em Fiastra, na Itália.
Giovanni Batista Gauli, nasceu em Gênova no século 17 e muito jovem, perdeu toda a família durante a Peste Negra que assolou a Europa. Dotado de um grande talento em pintura, apesar de órfão e pobre, conseguiu ser aluno de renomados mestres e se tornou um expoente da arte sacra na época. Pintou cenas bíblicas em diversas igrejas da Itália, inclusive o grande painel da Glória do Nome de Jesus, na principal igreja dos Jesuítas, a Chiesa de Gesù em Roma.
Nesta tela iluminada por cores vivas, Gauli expressa seu modo de entender o encontro de Damasco: com a conversão de Saulo de Tarso, uma grande primavera de expansão, vigor e vida nova se anuncia para os seguidores de Jesus de Nazaré. O autor destacou a experiência de Saulo como encontro escatológico: o começo e a meta de um longo caminho que o Apóstolo Paulo abriu para todos os povos e que a Igreja percorre até hoje e até o fim dos tempos, quando "O Filho do Homem virá em sua glória, rodeado de seus anjos". (Mt 25,31)



Nenhum comentário:

Postar um comentário