segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Livro: A Cruz em Paulo: um sentido para o sofrimento...

Vamos postar aqui alguns trechos do livro: A Cruz em Paulo: um sentido para o sofrimento, para você ir se familiarizando com esta obra tão rica que nos apresenta a cruz no pensamento Paulino.
E se você quer conhecer ainda mais este livro, participe conosco de uma tarde de encontro, reflexão e convivência, no dia 19 de Novembro de 2011, onde teremos uma palestra com a autora, Ir. Ágda França.

"A pessoa que crê encontra em Cristo crucificado a esperança e o consolo da compreensão de sua dor. Paulo concentra sua teologia sobre a morte e ressurreição de Jesus, esse é o centro do desejo salvador de Deus. Sendo a cruz símbolo da extrema insuficiência humana, torna-se, contudo, lugar da mais profunda gratuidade de Deus, de seu poder resgatador."

sábado, 29 de outubro de 2011

SEMANA MISSIONÁRIA PAULINA

                                       Sábado
No Programa da Quinta-Feira, vimos que o Apóstolo Paulo se tornou servo de todos para ganhar o maior número de pessoas para o Evangelho. Vamos ver o que o Apóstolo nos diz hoje?!

5) Na carta aos Filipenses no Capítulo 1 versículos de 3 a 5, o Apóstolo Paulo agradece aos Cristãos de Filipos por:
a) terem-no acolhido
b) terem cooperado no anúncio do Evangelho
c) terem enviado ajuda a ele quando ele precisava

Mês Missionários Nos Passos de Paulo...

No Programa Nos Passos de Paulo do dia 22 de Outubro de 2011, embaladas pelo ritmo missionário que este mês nos propõe, recebemos a Irmã Hortência Novais, da Congregação Missionárias da Consolata, que partilhou conosco a alegria de viver esse Carisma. E o conteúdo de nossa conversa você pode conferir a seguir.

Em toda Congregação ou Ordem religiosa, sempre há uma pessoa, que por um chamado, uma inspiração especial de Deus, começa a reunir discípulos e discípulas e com eles partilha o dom recebido. Esse DOM é chamado de Carisma. O Carisma das Missionárias da Consolata veio por meio do Bem –Aventurado José Allamano, a quem vamos conhecer um pouco mais.
              
Irmã Hortência, gostaríamos de saber quem foi o Bem-Aventurado José Allamano?
José Allamano nasce em 21/01/1851 em Castelnuovo D'Asti, ao norte da Itália. A pequena cidade dedicava-se à agricultura e ao cultivo de vinhedos que cobriam as colinas e campos. José Allamano, o quarto de cinco filhos, perde o pai quando ainda criança, aos três anos de idade. Como estudante foi um ótimo aluno, exemplar, e muito aplicado... Sua família era de muita oração e solidários para com os mais necessitados.
José Allamano foi um homem que buscou fazer o bem, com um dinamismo missionário. Sendo uma pessoa contemplativa na ação. O ardor missionário impulsiona seu desejo de fazer Jesus conhecido pelos quatro cantos do mundo. Desejando que seja sempre elevada a dignidade da pessoa em todo lugar. Desejou que fôssemos uma família. O principio fundamental de sua vida e parte da sua espiritualidade e que desejou para os seus foi: “O bem deve ser bem feito e sem barulho”.
José Allamano cresceu em Turim. Iniciou seus estudos no Oratório de Dom Bosco. O próprio Dom Bosco, percebeu que o garoto de apenas onze anos, tinha extraordinárias qualidades para ser futuro membro da Sociedade Salesiana.
José Allamano recebeu sua formação humana e espiritual da Mãe Ana Cafasso e seu Tio o então São José Cafasso. Todo amor que seu tio dedicava para com as pessoas, principalmente os presos, estimulava a vida de Allamano, o estilo decidido de sua mãe Ana será um ponto forte em seu caminhar.
Em um dia enquanto estudava, percebe que poderia muito mais do que aquilo, e diz decidido aos seus irmãos: “Deus me chama hoje, não sei se me chamará daqui a três ou quatro anos!” Assim Allamano ingressa no Seminário Diocesano de Turim.
Apesar da constituição física fraca, é espiritualmente forte e dedica-se com entusiasmo ao estudo e à oração. Pede sempre ao Senhor: "Torna-me santo e não somente bom". Em 20 de setembro de 1873 é ordenado sacerdote na Catedral de Turim, com apenas vinte e dois anos de idade. Desempenha com muita fidelidade sua função sacerdotal como Professor de Teologia, Reitor do Colégio Eclesiástico e Reitor do Santuário de Nossa Senhora Consolata em Turim, pelo período de quarenta e seis anos. Tinha projetos para o mundo.
Como Nasce a Congregação das Missionárias da Consolata?
Os primeiros missionários escrevem cartas relatando como era o andamento nas missões, e expressam o desejo de ter a presença feminina nestes lugares. Allamano a principio resiste, mas com apoio do Papa Pio X que diz: ”Se não sentes vocação para fundar religiosas eu te dou!” em 29 de Janeiro de 1910 nasce em Turim outro instituto para as Missões, o das Irmãs Missionárias da Consolata.
Pe. Allamano dizia que seus missionários eram portadores de esperança: "Esta é realmente obra do Senhor".
Pelo Carisma da Missão Consolação somos chamadas:
A configurar-nos com Cristo, Filho Missionário do Pai;
A assumir a missão além-fronteira (ad gentes) por toda vida (ad vitam);
A colocar-nos à disposição de Deus para levar o Anúncio da Boa Nova e a Consolação aos povos.
Tem alguma frase do Apóstolo Paulo que foi luz na caminhada do Bem-Aventurado José Allamano, ou na caminhada da Congregação?
A expressão do amor entranhado de Paulo por Jesus, que o levava a exclamar: “Quem nos separará do amor de Cristo?” (Rm 8,35)
O apóstolo Paulo, para a nossa congregação é um dos modelos de santidade e missionariedade, assim o quis nosso Fundador e dizia: “Imitemos o apostolo são Paulo e façamos também nós o máximo para que Nosso Senhor seja glorificado e amado por todos. É assim que demonstramos nosso amor por Jesus: trabalhando, enfrentando os cansaços... fazendo tudo por amor, como são Paulo nosso exemplo de amor ardente, operoso, que se embasa numa energia, tenacidade à serviço da evangelização das nações. Quem é firme e constante santifica-se, não esqueçamos jamais, o apóstolo das gentes: é nosso modelo, diz Allamano.
O que a vida do Padre Allamano e dos seus filhos e filhas nos dizem hoje?
É esta a vontade de Deus: “a vossa santificação” (1Ts 4,3), afirma São Paulo. Guiado pelo mesmo espírito, o Bem aventurado José Allamano, fez da Santidade o principal pensamento e a constante preocupação do Instituto dos Missionários e Missionárias da Consolata: a santidade é a finalidade do Instituto! “Tornar-nos santos, grandes santos, logo santos” “Primeiros santos e depois missionários”, pois a santidade de Vida é um dos fundamentos da missão!
A santidade é para todos (leigos, clero, religiosos). O Bv. José Allamano insistia em dizer que a nós religiosos temos a obrigação de caminhar para a santidade. Recordando Paulo, pedia que os pastores fossem irrepreensíveis e exemplares em todas as virtudes (cf. Tt 2,7). Como missionários e missionárias nos é proposto o ideal de vida em santidade, para anunciar o Reino de Deus a todos os povos, diante das injustiças e desigualdades que o povo ainda sofre na contemporaneidade a vida de cada missionário da Consolata deve ser sinal desta Consolação de Deus, dando testemunho que Deus quer que todos tenham vida plena sempre.
Padre Allamano faleceu em 16 de fevereiro de 1926, em Turim junto ao santuário da Consolata, e foi beatificado em 07 de outubro de 1990, pelo Papa João Paulo II. Estamos presentes em 26 países, em 4 continentes com:
Missão de Primeiro Anúncio nos países e regiões a serem evangelizadas;
Missão de colaboração temporária na Igreja Local, para o seu crescimento e consolidação;
Missão de sensibilização à Dimensão Universal da Vocação Cristã, através do trabalho de Animação Missionária;
Missão em vista do crescimento do Instituto, através da Pastoral Vocacional, Acompanhamento e Formação de novos membros (casas de formação).

Ir. Hortência Novais, Missionária da Consolata

Se você quer conhecer um pouco mais desta história entre em contato com as Irmãs através do site: http://missionariasconsolata.org/consolata/index.html

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

SEMANA MISSIONÁRIA PAULINA

Quinta-feira
Ontem aprendemos que a linguagem usada pelo Apóstolo Paulo para o anúncio do Evangelho é a linguagem que o Espírito o inspira. Vamos aprender mais alguma coisa da missão desse nosso querido Apóstolo?!

4) Na sua primeira carta aos Coríntios no Capítulo 9 versículo dezenove, o Apóstolo Paulo falando de sua missão diz que embora seja livre em relação a todos tornou-se servo de todos, afim de:

a) Fortalecer a comunidade na fé

b) ser conhecido e admirado por todos

c) Ganhar o maior número possível para o Evangelho

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

SEMANA MISSIONÁRIA PAULINA

Quarta-feira
Ontem vimos que o Apóstolo Paulo envia Timóteo até a comunidade dos Tessalonicenses para Fortalecê-los e encorajá-los na fé, vamos ver qual é a questão de hoje?
3) Em sua Primeira carta aos Coríntios no Capítulo dois, Versículo treze, o Apóstolo Paulo diz que a linguagem que ele usa em seu anúncio missionário é inspirada:
a) pela sabedoria humana
b) pelo Espírito
c) pela filosofia

terça-feira, 25 de outubro de 2011

SEMANA MISSIONÁRIA PAULINA

Terça-feira


2) Na missão de Pregador do Evangelho de Jesus Cristo, o Apóstolo Paulo não agia sozinho, tinha os seus colaboradores. Um deles, a quem ele chama de irmão é Timóteo. Em sua primeira carta a comunidade de Tessalônica, no Capítulo 3 versículo 2 ele diz que envia Timóteo em visita aos Tessalonicenses para:


a) fortalecê-los e encorajá-los na fé
b) Corrigir sua postura frente ao Evangelho
c) Levar notícias e matar saudades da comunidade

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

SEMANA MISSIONÁRIA PAULINA

                                Programa Nos Passos de Paulo
            De 24 a 29 de Outubro de 2011
A vida do Apóstolo Paulo desde o seu encontro com a Pessoa de Jesus, tornou-se missão, expressão do amor de Deus em todos os seus gestos, palavra, pensamentos e ações. Grande anunciador do Evangelho, sabemos que o Apóstolo não agia sozinho.
Por isso ao longo desta semana, última do mês missionário, faremos uma Semana Missionária Paulina, para você conhecer um pouco mais sobre a missão abraçada por esse Grande Apóstolo das Gentes!
Mas, nesta semana, quem vai descobrir o que o Apóstolo viveu e ensinou na missão é você. Nós do Programa, preparamos algumas perguntas que vamos fazer ao longo da semana, e no final, sortearemos, entre aqueles que participarem por telefone ou responderem por e-mail, uma assinatura da Revista Mundo e Missão, que é uma Revista produzida pelo Padres do PIME- Pontifício Instituto das Missões, também teremos o sorteio de Livros e Bíblias! Por isso, não Perca!
Nosso Telefone é: 2125 3500

Segunda-feira

1) A missão do Apóstolo Paulo começou assim: Nos Atos dos Apóstolos no Capítulo 11, versículos 25 e 26, diz que um homem foi em busca de Saulo em Tarso e o levou para Antioquia da Síria, onde eles passaram um ano inteiro pregando o Evangelho e instruindo muita gente. Quem foi este homem?
a) Pedro
b) Barnabé
c) Lucas

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Seguidoras dos Passos de Paulo...

As Irmãs Paulinas celebram hoje 80 anos de missão em terras Brasileiras! Há 80 Anos chegava no Porto de Santos as Irmãs Dolores Baldi (Paulina) e Irmã Margarida (Pia Discípula). Um pouco desta História você pode ver no vídeo abaixo!
video

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Mês missionária Nos Passos de Paulo...

"A vocação missionária tem, antes de tudo, uma dimensão comunitária, eclesial: é uma convocação. A missão é um serviço à vida. Conforme o relato bíblico, Deus é o princípio da vida. Criou o mundo como uma semente de vida e entregou à humanidade a grande tarefa de fazer com que essa semente possa se tornar árvore fecunda."  Dom Franco Masserdotti

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Mês Missionário Nos Passos de Paulo...

E hoje, dia de São Lucas Evangelista e médico, queremos prestar a nossa homenagem a todos os médicos, de modo especial a todos aqueles que dedicam suas vidas nas missões humanitárias. Um bom exemplo, são os médicos sem fronteiras, que vão até onde a população carece de atendimento e estrutura básica de saúde, e de modo especial atuam em países em situação de guerra ou onde ocorreu algum desastre natural. 

 

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Seguidores dos Passos de Paulo...

No dia 10 de Outubro esteve no Programa Nos Passos de Paulo a Irmã Jilvaneide, da Congregação de Nossa Senhora de Sion, que partilhou conosco um pouco da riqueza do Carisma da Congregação e da vida do fundador! Riqueza essa que colocamos aqui a disposição dos nossos amigos e seguidores que desejam conhecer um pouco mais sobre este Carisma na Igreja!
Congregação Nossa Senhora de Sion
"A Congregação foi fundada "para ser, na Igreja e no mundo, testemunha da fidelidade de Deus ao seu amor pelo povo judeu e para apressar o cumprimento das promessas referentes aos judeus e aos gentios". (Constituições art.2)


A Congregação Nossa Senhora de Sion, iniciou-se em setembro de 1843 sob a direção do Padre Teodoro Ratisbonne, mas sempre sob a influência de seu irmão Afonso Maria Ratisbonne, o qual era Jesuíta. Somente em 1852, este junta-se a Pe. Teodoro nessa obra. Nasce também o instituto dos Religiosos de Nossa Senhora de Sion. O ramo contemplativo, desejado por Pe. Teodoro, nasce somente em 1926, embora em 1852 ele já havia dito: “O principal apostolado das Filhas de Sion se exerce pela oração. Será preciso retornar à nossa primeira idéia de um santuário oculto onde arderá a lâmpada da oração enquanto as outras irmãs estão engajadas no trabalho apostólico. Esta idéia está muito clara em meu espírito.”

Teodoro Ratisbonne, nascido em Estrasburgo em 1802, de uma família judia em via de assimilação, recebera uma educação cheia de retidão e de afeição, mas de pouca formação religiosa. Escreve: "Não gostava da minha religião nem de todas as outras". De sua confusão brotou um dia esta oração: "Ó Deus, se existes realmente, faze-me conhecer a verdade, e juro que consagrarei a ela minha vida"

"Sion é o verdadeiro nome de família da Santíssima Virgem."
(Teodoro Ratisbonne)

O nome Nossa Senhora de Sion escolhido pelo fundador, indica o sentido que tem, para nós, a pessoa de Maria. Filha de Sion por excelência, Maria viveu plenamente a fé e a esperança de seu povo. Disse sim à Palavra de Deus e se tornou mãe de Jesus que ela acompanhou até a cruz. Estava presente à Igreja que nascia. De posse da plenitude da redenção, ela nos aponta o destino ao qual somos todos chamados.(Constituições art. 9)
Nome Bíblico de Jerusalém, Cidade da Paz, símbolo do povo de Israel, a quem Maria pertence. É também a Jerusalém do fim dos tempos, para a qual nós caminhamos, lugar do ajuntamento na unidade de Israel e das nações.

"Essa palavra lembra todas as esperanças de nossa vocação."
(Teodoro Ratisbonne)

Pe. Teodoro Ratisbone deixou muito escritos: Cartas, Palestras, Conferencias, meditações, retiros, biografias, etc. Tudo isso com a intenção de acompanhar, com zelo de um fundador, a formação espiritual das Irmãs. Sua principal fonte e a bíblia e a orientação da Igreja. Veremos algumas citações onde ele menciona textos do Apóstolo Paulo ou refere-se a sua pessoa.

“Os discípulos não são mais seres distintos de Jesus Cristo; eles vivem em uníssono com ele; tem os mesmos sentimentos, a mesma vontade, os mesmos sentimentos.... e enfim a dizer com São Paulo: ‘Eu vivo. Mas não sou eu que vive, é Jesus Cristo que vive em mim’ Gl, 2,20.
(Teodoro Ratisbonne)


“Jesus quis que todos formassem uma única família da qual ele mesmo é o coração, o núcleo e a vida. Não somente uma unidade exterior, é também uma unidade interior, como diz o Apóstolo Paulo: ‘Um só Espírito, um só Corpo’... Professamos todos a mesma fé, recebemos os mesmos ensinamentos...”
(Teodoro Ratisbonne)

“... O Divino Salvador não vem apenas visitar o homem em geral; ele estende sua solicitude a cada um de nós em particular; e todo cristão pode dizer com São Paulo: ‘Ele me amou e se entregou por mim’ Gl 2,20”
(Teodoro Ratisbonne)

Mês Missionário Nos Passos de Paulo...

Neste mês de outubro estamos meditando no programa, a cada dia, um pensamento sobre missão. E convidamos você, que acompanha o programa, a partilhar conosco a sua experiência de missão. Porque todo batizado é missionário!

“O amor de Cristo nos impulsiona!”
Contemplando Aquele que nos amou até o fim, Paulo descobre o infinito amor do Pai. A missão nasceu dentro dele, como resposta ao amor sem medida de Deus. A consagração do Bem-aventurado Conforti nasce da contemplação do Cristo crucificado. A experiência desse amor gratuito de Deus é tão forte que a pessoa sente que deve responder com dedicação incondicional de sua vida.
“Eu olhava a ele e ele me olhava e parecia me falasse muitas coisas”
Com esta recordação o bispo Dom Guido Maria Conforti, fundador dos Missionários Xaverianos, confidenciava aos amigos mais íntimos a origem de sua vocação missionária.

“Missionário é o símbolo mais belo, o Apóstolo mais convicto da fraternidade Universal. Ele anuncia o Evangelho para realizar os desígnios de Cristo: formar de todos os povos uma só família, um só rebanho e um só pastor.”
Dom Guido Maria de Conforti


sábado, 15 de outubro de 2011

Mês Missionário Nos Passos de Paulo...

Durante este mês de Outubro muitas Congregações Missionárias estão passando pelo Programa Nos Passos de Paulo, partilhando o seu Carisma e a missão que realizam. Recebemos no dia 05 de Outubro a Sociedade Pequeno Jesus, na pessoa da Irmã Catarina e de Maria, que fez a tradução do Coreano para o Português. Colocamos no texto abaixo uma síntese do que foi falado no Programa.
O Espírito da Sociedade Pequeno Jesus
A Sociedade Pequeno Jesus é uma comunidade que é como uma Família Espiritual, cujo objetivo é compartilhar a alegria da vida junto com Jesus.

Compartilha o amor com as pessoas sofridas e excluídas não é simplesmente uma caridade, mas também permitir que a humildade e a ação divina nos permitam compreender que somos imperfeitos e amar o próximo como se fossem nós mesmos.
A Sociedade Pequeno Jesus atua na Coréia, Brasil, China, EUA e África e tem como missão trabalhar para o bem estar das pessoas mais sofridas (Pobres, idosos e deficientes) que estão à margem da sociedade!

 “Em Verdade vos digo que, sempre que fizestes o bem a um destes meus irmãos, mesmo dos mais pequeninos, foi a mim que o fizestes.” Mt 25,40

Se você quer conhecer um pouco mais desta comunidade Missionária, entre em contato:
Rua Javés 197, Bom Retiro – São Paulo – SP
Fone: (011) 3361 3053 // 3321 4738

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Mês Missionário, nos Passos de Paulo...

MISSIONÁRIO QUE PARTES


Não te preocupas aonde levam teus passos
Abraça todas as pessoas e todos os povos
Pois tua casa é o mundo sem fronteiras.

Não te preocupes com o que oferecer
Oferece a ti mesmo no altar do serviço
O maior dom de tua missão.

Não te preocupes com o que dizer
Ouve todos os corações e todas as culturas
Aí encontrarás o Verbo encarnado.

Não te preocupes em semear palavras ao vento
Colhe silêncios, olhares, gestos, vozes
Presenças vivas da verdadeira Palavra.

Não te preocupes em desvendar mistérios
Contempla-os como às estrelas
E aos poucos a noite se fará dia.

Não te preocupes em acender luzes
Descobre, em meio às trevas
O brilho da vida na face de teu irmão.

Não te preocupes em abrir caminhos
Abre poços nas curvas da estrada
E a água saciará a sede dos peregrinos.

Não te preocupes se Deus oculta seu rosto
E tudo em volta se torna deserto
A solidão nem sempre é má companheira.

Não te preocupes com a cor da pele ou da bandeira
Nem com o credo de quem cruza tua porta
Acolhe o outro, o estrangeiro, o diferente
Não como estranho, mas como amigo e irmão!

Pe. Alfredo José Gonçalves
Brasília/DF, ano jubilar 2000