quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

SEGUNDO DIA DA NOVENA DE NATAL


 MANJEDOURA/ESTREBARIA
Hoje vamos construir a gruta e a  manjedoura que vai acolher Jesus, recém nascido. Este símbolo nos faz lembrar a aflição de José e Maria por não encontrar uma hospedagem para passar a noite. Maria já sentia sinais do parto. A gruta, que era uma estrebaria para os animais, foi o único lugar que eles encontraram para Jesus nascer.


A gruta simboliza a sua casa, assim como ela é.  A manjedoura simboliza a abertura do coração para  acolher a Jesus, o Filho de Deus vivo, que vem ao mundo para nossa salvação.
A manjedoura era um coxo onde se colocava o pasto para os animais comerem. Ela se tornou o berço do Menino Jesus, recém nascido. Muita gente hoje vive em situações desumanas, de extrema pobreza porque poucos têm muita riqueza. Não foi isto que Deus sonhou para os seres humanos. A proposta de Jesus é que todos tenham vida em abundancia.

Compromisso:
Ao preparar a gruta e a manjedoura de seu presépio você aproveita para  meditar  sobre sua família, seus filhos, parentes e amigos. Você pode imaginar bem no fundo do seu coração, o que é preciso melhorar em sua casa, em sua família, para que todos se sintam bem, com saúde física, emocional e espiritual. O que fazer para que ela se torne mais acolhedora, mais solidaria?

Qual è o “milagre do presépio  que eu desejo para as pessoas que por um motivo ou outro se  afastaram ou ficaram  distantes afetivamente de minha família ou de minha pessoa? O sonho de todas as mães é que a família se torne um lugar onde Deus possa estar, um lugar de alegria, de ternura, de acolhimento e calor humano!
Oração:

Vem Senhor Jesus, minha família precisa de ti. Tu és nossa esperança, nossa força, nossa luz e nossa paz.


 Autora: Ir. Élide Pulita, fsp 

Nenhum comentário:

Postar um comentário