quinta-feira, 30 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo, na Ilha de Malta, enfrenta perigos de todos os tipos por amor a Cristo e as Pessos - B. Palazzi)
“Acima de tudo, vistam-se com o amor, que é o laço da perfeição.”Cl 3, 14
É comum, o Apóstolo Paulo falar da vida nova, recebida no Batismo. A vida nova deve revestir toda a pessoa, envolvendo pensamentos, palavras, atitudes, ações, tudo passa a ser novo, conforme a imagem de Jesus Cristo, que é o modelo por excelência da nova pessoa. É o Batismo que dá a vida nova, eliminando as distinções de raça, religião, cultura, classe social... Todos somos filhos de Deus e participantes da vida de Cristo.
Revestir-se de Cristo é revestir-se de compaixão, misericórdia e ir ao encontro dos irmãos necessitados. Quando o amor misericordioso reveste o coração do cristão, ele passa a ter gestos e atitudes semelhantes às de Jesus e de São Paulo, que passavam por todos os lugares fazendo o bem a todos.
Ir. Esther Thomasi, fsp

Conhecendo a Palavra...

Sabedoria na resistência

Na série Visão Global, publicada sob a responsabilidade do Serviço de Animação Bíblica (SAB), o volume 11 trata da sabedoria na resistência do povo no período de dominação romana.
O conhecimento dos aspectos religiosos, culturais, familiares, sociais, políticos e até físicos do país e do povo no seio do qual nasceu Jesus é, sem dúvida, um dos elementos indispensáveis para compreender sua vida e sua mensagem. Nos dias de hoje, as ciências exatas e humanas nos fornecem dados extremamente ilustrativos das realidades a que se referem os textos evangélicos e apostólicos do Segundo Testamento. Não os podemos desprezar, pelo contrário, mas utilizá-los no cultivo de nossa fé e de nossa relação com Jesus, que vive na eternidade hoje, como ontem e sempre.
Precioso subsídio, esse décimo primeiro volume, Sabedoria na resistência, deve ser considerado no conjunto da coleção que vai desde a apresentação geral do texto bíblico, passando por todo o Primeiro Testamento, até a vida das primeiras comunidades cristãs.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo fugindo dentro de uma cesta -fonte Google)
“Aquele que começou em vocês essa boa obra, a levará a termo, até o dia de Cristo Jesus.” Fl 1, 6
O Apóstolo Paulo tinha um carinho muito especial pelos Filipenses, eles o haviam acolhido e aceitado o Evangelho, também colaboraram na divulgação do Evangelho. Agora Paulo agradece e pede a Deus que complete a boa obra começada neles. Paulo faz sua súplica a Deus para que eles cresçam no amor. No coração de Paulo haviam muitos sinais de amor, que com freqüência ele traduzia em gestos concretos de caridade, amizade e solicitude.
Na correria de nossa sociedade, percebemos que muitas pessoas são marcadas por experiências negativas e para essas pessoas a gratidão, o amor e a solidariedade pode ser muito difícil. Mas o Apóstolo Paulo nos ensina a continuar vivendo o amor, pois ele mesmo em meio aos sofrimentos, apedrejamentos, perseguições, não desistiu de anunciar o amor de Cristo, que tinha começado nele uma boa obra! Por isso, precisamos cultivar atitudes de louvor e gratidão, porque elas nos tornam sensíveis a ação da graça de Deus em nosso ser.
Ir. Esther Thomasi, fsp

terça-feira, 28 de setembro de 2010

PAULINAS COMEP 50 ANOS

Grandes talentos da música católica e você numa festa inesquecível de São Paulo:
• Pe. Zezinho, scj
• Adriana
• Pe. Fábio de Melo
• Cantores de Deus
• Ministério Adoração e Vida
• Ceremonya
• Louvor e Glória
• Ziza Fernandes
• Mariani
• Typ Vox e muitos outros!

Paulinas COMEP é ouro!
Participando do show, você recebe um cupom, escreve uma frase bem criativa e concorre a um kit “Paulinas-COMEP 50 anos” com 10 CD’s da Coleção Série Ouro e uma camiseta comemorativa dos 50 anos.

Local: Via Funchal
Rua Funchal, 65, Vila Olímpia, São Paulo, SP
Data: 16 de outubro (sábado)
Horário: 19h
Ingressos: Pista: R$ 30,00; Mezanino R$ 45,00; Camarote R$ 60,00
Vendas pelo site: http://www.viafunchal.com.br/viafunchal.asp
Em nossas livrarias (veja os endereços aqui: http://www.paulinas.org.br/livrarias/lojas.aspx )
Ou pelo TeleMarketing Paulinas: 0800 70 100 81 (Somente caravanas – a partir de 15 ingressos)

Informações:
(11) 5081-9333
show50anos@paulinas.com.br
msn: show50anos@hotmail.com

ACOMPANHE!

Acompanhe nosso Twitter! Acesse nossa comunidade no Orkut! Acesse nosso perfil no facebook! Acesse nosso canal no YouTube! Acesse nosso álbum no Flickr! Acesse nossos catálogos on-line no ISSUU


PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo - Enrico Manfrini)
“Pela fé em Cristo Jesus, todos somos filhos de Deus” Gl 3, 26
A fé é dom do Espírito, dado a todos sem distinção de pessoas. Pelo batismo, gozamos da liberdade dos filhos de Deus, livres de qualquer diferença que possa privilegiar uns e marginalizar outros. Conforme afirma o apóstolo Paulo, todos somos revestidos de Cristo para nos tornarmos imagem dele. Todos temos o mesmo Pai e o desejo desse nosso Pai que todos sejamos irmãos, participantes, fraternos, formando assim uma única Família, a Família Humana.
No coração do Cristão, a fé tem voz, por isso ela canta:” Quão admiráveis, Senhor, são vossas obras, feita com carinho de Pai, para alegrar e completar a vida de vossos filhos”. Louvemos ao Senhor por todas as pessoas que lutam para estabelecer no mundo um reino de paz, justiça e amor, e por aqueles que tecem laços de paz onde quer que estejam.
Irmã Esther Thomasi, fsp

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

De doutor da lei para missionário de Cristo: o caminho de conversão

(São Paulo - Fr. Venzo)
Vimos no último programa a mudança que ocorreu na vida de Saulo de Tarso ao se encontrar com o Senhor Ressuscitado na estrada para Damasco, quando ele ia com intenção de punir os seguidores do Nazareno para que desistissem da loucura de crer que ele havia ressuscitado.
E é justamente o Ressuscitado que se revela em toda a sua luz e convence o doutor da lei de que os cristãos estão certos. Porém não se pode imaginar que a mudança em Saulo se deu de uma forma instantânea, quase mágica. Analisando os fatos que aconteceram depois, nós vemos que ele fez um longo caminho até compreender totalmente sua nova identidade de missionário.
A transformação de Saulo foi imediata no sentido de que ele compreendeu quem era Jesus de Nazaré. Com todo o conhecimento que ele tinha da fé judaica e a inquietação sobre a conduta dos seguidores do Nazareno, ele viu claramente que Jesus era o próprio Senhor, o Deus de Israel, encarnado na condição humana, morto na cruz e ressuscitado. Neste ponto a conversão foi imediata.
Ele deve ter pensado que bastava dizer que Jesus era o Messias que havia ressuscitado, e todos acreditariam, porque ele era um doutor da Lei e ninguém ousaria questionar a palavra dele.
Ele ainda não estava despojado de sua condição de prestígio, talvez nem de seu projeto de vida. Antes, ele queria ser um honrado doutor, um Mestre da fé de Israel, talvez até um cidadão romano patrício, com boas condições econômicas. Agora, ele pode ter pensado que seria um doutor da fé em Jesus, uma grande autoridade, com os mesmos privilégio e direitos que ele antes esperava ter no judaísmo.
Nesse sentido, foi mesmo um longo caminho para a completa conversão.
Saulo de tornou um Mestre na fé cristã. Ainda não estava completamente despojado de seu antigo projeto de vida. Mas não vamos pensar mal dele por isso. É um processo muito humano e totalmente normal.
futuramente veremos como ele começou a se despojar, a entregar, ofertar a Deus tudo aquilo que ele antes imaginava que seria a sua vida.
Ir. Maria Inês Carniato, fsp

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Depois de perseguir a Igreja, Paulo recebe o Batismo pelas mãos de Ananias - Básilica de São Paulo fora dos Muros - Roma)

“Abençoai os que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis.” Rm 12, 9
Abençoar, bendizer é uma expressão bíblica muito usada pelo Apóstolo Paulo. Ele reza: “Bendito seja Deus, o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo.” Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Deus é a bênção e ele nos abençoa com as bênçãos de seu amor. Tem sentido o gesto dos pais abençoarem os filhos e os filhos abençoarem os Pais. Abençoar não é roubar o direito de Deus, mas é multiplicá-lo, partilhá-lo em favor dos seus filhos. No Evangelho, Jesus nos ensina a amar os nossos inimigos e abençoar aqueles que nos perseguem.
Percebemos nas cartas de Paulo, como as comunidades acolhiam a sua presença como bênção de Deus. As pessoas viam nele a nas suas palavras, a presença do próprio Deus. Acreditavam quando ele dizia: “já não sou eu que vivo é cristo que vive em mim!” Por isso a sua presença era, de fato, bênção para os que estavam a sua volta. Que Apóstolo nos ajude a ser presença de Deus na vida das pessoas que convivem conosco! Que possamos abençoar aqueles que encontrarmos durante este dia...
Ir. Ether Thomasi, fsp

Conhecendo a Palavra...

09 - A comunidade renasce ao redor da Palavra
Este é o volume Nº 9 da série Visão Global. A comunidade renasce ao redor da Palavra, apresenta o período de rconstrução de Judá, dos muros de Jerusalém, da comunidade judaica centrada ao redor do livro, a Torá. Paralelamente aos planos econômicos de nosso país, são mostrados os projetos de reconstrução da Pérsia em Judá, tentativas de recuperação das perdas que acabam empobrecendo ainda mais o povo de ontem e de hoje. Enfoca, ainda, quatro projetos principais de reconstrução de Judá e da comunidade judaica ao redor da Torá. Nesse período, grande parte dos escritos bíblicos recebe a redação final.

Você pode adquirir este livro pelo site: http://www.paulinas.org.br/loja/


sexta-feira, 24 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo - L. Filocamo)
“Deus não faz distinção de pessoas” Rm 2,11
Paulo é muito firme, quando escreve aos Romanos, que para Deus, todos somos filhos amados, porque Deus não faz acepção de pessoas. Para ele, homem e mulher, Judeu e Grego, são pessoas igualmente dignas do seu amor e da revelação. Paulo sente-se orgulhoso pela vocação de ser chamado a evangelizar os pagãos... O Evangelho de Mateus é muito claro quando afirma que somos todos filhos do mesmo Pai que está nos céus, o qual faz nascer o sol sobre bons e maus, faz chover sobre justos e injustos.
O Cristão de verdade, não faz distinção de pessoas e abre o coração para acolher os dois terços da população mundial, que tem fome, não tem trabalho, não tem casa, nem escola. Ter compaixão não é só rezar, mas oferecer colaboração, mesmo que pequena, com a certeza que ela reverterá para o bem da humanidade. Não basta dizer que o Brasil é um país acolhedor, mas vale verificar se o nosso coração oferece espaço para todas as pessoas da nossa família, da nossa comunidade, do nosso trabalho, com suas diferenças de raça, cor e limitações.
Ir. Esther Thomasi, fsp

Conhecendo a Palavra...

08 - Deus também estava lá

Este é o volume Nº 8 da série Visão Global - Deus também estava lá - apresenta a experiência sofrida do povo, depois da destruição de Judá, e dos exilados na Babilônia. O povo vive em meio a muitas crises, mas a crise que os atingiu profundamente é a crise religiosa.

Você pode adquirir este livro pelo site: http://www.paulinas.org.br/loja/

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Seguidoras dos Passos de Paulo...

No Programa Nos Passos de Paulo de Hoje, contamos com a Participação da Ir. Maria Celima Kleim, da Congregação das Filhas do Sagrado Coração de Jesus. Ela partilhou conosco um pouco da vida e da missão das Filhas do Sagrado Coração. Mas, quem são as Filhas do Sagrado Coração de Jesus?
O Fundador, Giuseppe Benaglio, na véspera da fundação da Congregação das Filhas do Sagrado Coração de Jesus escrevia à Santa Teresa Verzeri e Giuseppa Vallaperta, anunciando-lhes que a data, 8 de fevereiro de 1831, fora escolhida por ser a comemoração de São Jerônimo Emiliano que dedicara sua vida aos jovens, aos pobres e doentes, propondo-o como modelo e protetor especial. Com esta escolha, Mons. Benaglio indicava as grandes opções das FSCJ, na busca da fidelidade à própria vocação. Mais tarde, apontou para São Vicente de Paulo, cuja vida, totalmente dedicada aos mais pobres e necessitados, deveria servir-lhes como referencial.
Fundamento Carismático Cristológico:
"Jesus Cristo...a vós e ao vosso Instituto fez o precioso Dom do seu Coração, para que não de outros, mas d’Ele aprendais a santidade porque Ele é a fonte inesgotável da verdadeira santidade."
As Irmãs Filhas do Sagrado Coração de Jesus procuram viver uma atitude dinâmica de permanente formação para crescerem na convicção e na alegria da Consagração-Missão, manifestando ao mundo o Dom da Vida Consagrada, testemunhando com a vida e a missão a proposta de radicalidade no seguimento de Jesus Cristo.
Inforações retiradas do site: http://www.verzeri.org.br/

Conhecendo a Palavra...

07 - Entre a fé e a fraqueza

Este é o volume Nº 7 da série Visão Global. Entre a fé e a fraqueza, mostra a realidade do reino de Judá, ao sul da terra de Israel. Embora mais pobre, subsistiu mais tempo que o reino de Israel. Conhecemos sua história por meio dos personagens mais importantes, reis e profetas, e dos escritos desse período.

Você pode adquirir este livro pelo site: http://www.paulinas.org.br/loja/

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(S. Paolo - Maraini)
“Cada um colherá aquilo que tiver semeado.”
Gl 6, 7.
O Apóstolo Paulo no fim de sua vida, dizia: “Agora aguardo a coroa da justiça que o Senhor justo juiz me dará.” Para Paulo, a coroa da Justiça era a colheita do Evangelho que ele tinha semeado entre os povos. O seu plano apostólico era semear a Verdade, a boa notícia do Evangelho, até os confins do mundo, até então conhecido.
É bem verdade que quem planta semente, colhe alimento, quem planta trigo, colhe pão! Quem semeia a fé, colhe certeza! Quem semeia vida, colhe milagres! Infelizmente, na nossa sociedade, há quem prefere semear a injustiça, a discórdia e a tristeza. As boas sementes plantadas por São Paulo, chegaram até nós! Quantos frutos recolhemos no campo da fé, da solidariedade, e da generosidade! Agradeçamos ao Apóstolo Paulo e como evangelizadores, peçamos a graça de sabermos semear boas semente no campo da vida!
(Ir. Esther Thomasi, fsp)

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

( São Paulo - C. Marcantonio)
“Vocês podem colaborar por meio da oração.”
2Cor 1, 11
Paulo tinha a experiência do poder, da força da oração. Ele colocava sua fé e confiança na Palavra de Jesus, que disse: “Sem mim, nada podeis fazer!”. E o próprio Paulo, quantas vezes foi encontrado em oração! Aliás, logo após sua conversão foi conduzido a Damasco. O senhor apareceu a Ananias e ordenou-lhe que fosse ao encontro de Saulo e lhe disse: “Você o encontrará em oração”! Paulo estava cego, mas em oração.
O próprio Deus lhe mostrou como a vida nova precisava começar pela oração e com a oração. Paulo é homem de oração e os seus escritos são uma verdadeira escola de oração, de espiritualidade e de mística. Paulo reza por todos e pede orações para si, para sua missão e para os povos. Paulo Recomenda que se reze sempre para persevera na fé, no bem e nos bons costumes. Paulo esteve sempre em oração, em profunda união com Deus, para evangelizar os povos. Por isso Paulo pede para que também suas comunidades colaborem com ele, sobre tudo com suas orações!
(Ir. Esther Thomasi)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo em Trôade com Tito, Sóstenes, Áquila e Priscila - Ir. Teresa Groselj)
“Mantenham entre vocês, laços de paz, para conservarem a unidade do Espírito” Ef 4, 3
O Apóstolo Paulo salienta que as comunidades só terão vida, se mantiverem-se unidas pela força do Espírito santo. Unidade que não é uniformidade. Pois Deus concede diferentes dons a cada pessoa. Segundo São Paulo, a unidade que é fruto do Espírito, torna a comunidade forte, capaz de resistir às divisões, as tensões e interesses pessoais.
O laço que mantém a unidade entre os Cristão é o amor. Aquele amor que fazia os primeiros Cristãos serem uma só alma e um só coração. Unidos na mesma fé, vivendo o mesmo despojamento dos bens materiais, para terem o que repartir com os mais necessitados. Laços de paz são tecidos ainda hoje, por milhares de pessoas que doam suas vidas em favor do bem comum. Tecer laços de paz é a missão de todo cristão comprometido com a verdade do Evangelho.
(Ir. Esther Thomasi)

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Espírito Santo - Mosaico)

“Reaviva o Dom de Deus que está em você.”
2Tm 1, 3
A vida Cristã adulta começa a ser vivida, quando acolhemos a Fé como Dom de Deus, dom gratuito depositado em nosso coração. É por isso que o Apóstolo Paulo vivia dando graças a Deus pela fé, pela vocação ao apostolado de pregador do Evangelho. A sua humildade o leva a reconhecer-se como vaso de barro, onde Deus depositou muitos dons.
Como Paulo, também nós somos portadores de muitos dons, talentos. Cabe a nós usá-los e partilhá-los para o bem de todos. Pois esses dons, se não forem usados podem morrer dentro de nós. Por isso São Paulo pede que eles sejam reavivados sempre dentro de nossos corações. Esse reavivar o dom pode acontecer com a participação na vida da comunidade, nas pastorais, na catequese, na liturgia, na evangelização das famílias, na oração, e em tantas outras oportunidades que Deus vai colocando em nossa vida. Os dons vividos e partilhados produzem frutos que fazem o Reino de Deus crescer.
(Ir. Esther Thomasi)

Conhecendo a Palavra...

06 - Em busca de vida, o povo muda a história
Este é o volume Nº 6 da Série Visão Global - Em busca de vida, o povo muda a história. Aqui você encontra uma visão geral sobre o Reino de Israel, ao norte da terra de Israel. Apresenta os fatos mais significativos da atuação de alguns reis - até a queda da Samaria, a capital - de profetas e dos escritos desse período.
Você pode adquirir este livro pelo site: http://www.paulinas.org.br/loja/
Senhor o que queres que eu faça?
(São Paulo no Caminho de Damasco - Caravaggio)
No último programa nós deixamos Saulo de Tarso na estrada para Damasco, vencido pelo grande encontro com o Senhor Ressuscitado.
E não podemos esquecer que há três narrativas da conversão nos Atos dos Apóstolos: At 9, 1-19; At 22, 1-21; At 26, 1-18. Cada uma delas tem seus detalhes, mas o ponto principal é justamente o título de Senhor. Nós dizíamos que Saulo logo identificou Jesus com o Deus de Israel, o único a quem era dado este título.
Deus vem ao encontro de Saulo em uma luz mais fulgurante do que o Sol, que ele não pode encarar de rosto levantado, nem mesmo pode manter-se em pé diante dela. Cai, cegado por tanta luz. É uma intensa revelação de Deus, muito mais completa e plena do que a revelação a Abraão.
Pode-se imaginar como foi difícil para Saulo esperar que outros lhe comunicassem o que Deus queria dele. Ele que estava acostumado a explicar aos outros como se devia servir a Deus.
É aí que está a conversão. Quando Saulo compreendeu que a santidade que ele tanto procurava, não era só a vivência da lei, mas era a fé em Jesus Cristo, ele se entregou completamente. Entendeu que a santidade não é tarefa humana.
Colocou-se à disposição do Senhor para servir. Vemos isso na pergunta: Senhor, o que queres que eu faça? Ele está à disposição de Deus, para amar e servir.
Ir. Maria Inês Carniato, fsp

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo recupera a vista com Ananias - Ir. teresa Groselj, fsp)

“Esqueço-me do que fica para traz avanço para o que está na frente.” Fl 3,13
É admirável a sabedoria do Apóstolo Paulo. Ele conhece a vantagem de viver o tempo presente. Não é que o Apóstolo Paulo fosse um homem esquecido. Nada disso! Ele acreditava que Deus é o eterno presente.
Não vale a pena ficar chorando as derrotas passadas ou orgulhando-se das conquistas que já se foram. Bem diz o provérbio: “Águas passadas não movimentam o moinho!” o nosso caminho foi traçado por Deus e Ele nos acompanha a cada passo no presente, porque “Deus vai acendendo luzes no caminho, conforme caminhamos, à medida que vamos precisando”. Nem antes, nem depois. Deus é presente Eterno!
(Ir. Esther Thomasi, fsp)

Conhecendo o Apóstolo Paulo:

CD - CRISTO VIVE EM MIM - COLETÂNIA

O Cd Cristo Vive em Mim é uma coletânia das canções inspiradas nas cartas do Apóstolo Paulo. Com as músicas:
1. Paulo, Paulo - Pe. Zezinho - Interpretada pelo Grupo Chamas
2. Pela graça de Deus - Pe. Zezinho - Interpretada pelo Padre Reginaldo Carreira
3. O amor é dom supremo - Frei Fabretti, ofm - Interpretada por Dani e grupo Kyrie
4. Paulo de Tarso - Antônio Cardoso
5. Hino ao amor - Pe. Zezinho
6. Cristo vive in me - Pe. Joãozinho
7. Meu amigo Paulo - Jonny
8. Gálatas, 4,6 (Abbá, Pai) - Walmir Alencar
9. Já não sou eu quem vive - Pe. Zezinho - Inerpretada por Luan e Vanessa
10. Sem amor nada sou - Pe. Agnaldo José e Pe. Paulo Sérgio - Interpretada por Pe. Agnaldo José.
11. Quem nos separará? Se Deus é por nós - DR - Interpretada por Luiz Henrique e Juliene
12. Se eu não tivesse amor - Jorge Trevisol
13. Cristo vive em mim - Ir. Celina Helena - Interpretada pelo Coral Imaculada Conceição
14. São Paulo - Pe. Geraldo C. da Silva - Interpretada por Sílvio Brito

Este Cd é uma oportunidade para conhecermos melhor o Apóstolo Paulo através da música.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

DEUS NOS FALA POR CANÇÕES


A arte de amar e cantar

O ministério de cantar e tocar nas celebrações litúrgicas não é algo simplesmente do fazer pelo fazer, pois com as coisas de Deus não podemos fazer pouco caso. Já dizia o poeta: “com Deus não se brinca”. Isso pode ser aplicado também às canções sacras e litúrgicas.

Nas celebrações em nossas comunidades, o que deve perdurar durante o oficio de cantar e tocar é a Arte de Amar. Ou cantamos e tocamos com amor, ou então é preferível deixar uma celebração sem canção, pois quem canta sem amor ecoa palavras vazias que não atingem o coração. Enquanto músicos e cantores podemos nos perguntar: Aquilo que até agora fora cantado nas celebrações, os muitos anos no grupo tal, as muitas celebrações cantadas e tocadas por meio de nossas vozes e mãos, realmente foram instrumentos de evangelização? As pessoas que participaram das celebrações que cantamos e tocamos, ao menos tiveram a oportunidade de sentir a presença de Deus por meio das cordas e vozes? Se uma pessoa, apenas uma, da assembleia litúrgica se converteu ou encontrou-se com Deus durante as celebrações cantadas por nós, já valeu a pena o oficio de cantar. É..., realmente cantar nas celebrações litúrgicas é uma ARTE.

Quando olhamos para uma obra de arte, ficamos admirados e perplexos; muitas artes nem sequer entendemos, no entanto isso não a isenta de ter um sentido e significado profundo. A ARTE de cantar nas celebrações não precisa ser a mais bela e muito menos a mais perfeita, todavia as pessoas ao depararem-se com ela, devem ao menos perceber o seu sentido mais pleno, Deus. Qualquer canção cantada na Igreja deve mostrar às pessoas o rosto de Deus, caso contrário ela perde o seu sentido. Por isso cantar é uma ARTE e arte não se faz sem amor. Quem canta com amor, converte e transforma.
Pe. Edinaldo Mendes Tonete


Para ouvir suas músicas e adquirir seus CDs: http://www.padreedinaldo.com.br/



PAULO NOS FALA... Frase do dia



“O amor de Cristo é que nos impulsiona.”
2 Cor 5, 14

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA... Frase do dia

(Despedida dos efésios)

“Nada façam por competição, para receber elogios, mas por humildade, cada um considerando os outros superiores a si mesmos”. Fl 2,3

O Apóstolo Paulo chegou a dizer que tinha motivos para gloriar-se, porque reconhecia que, no campo de evangelização, fizera mais que todos os Apóstolos juntos. Mas, não se valeu do sucesso na missão, ou de sua capacidade e coragem para evangelizar.

O sábio, ou melhor, o santo sabe que a glória é devida somente a Deus, autor de todo bem. Ao passo que o ignorante e insensato se lamenta e exige, porque busca a glória em si mesmo e só encontra decepção. Cada pessoa tem tudo o que necessita para ser feliz e fazer o bem. Os elogios são como fumaça, acabando o fogo, desaparece a fumaça. A verdade não ilude ninguém. Coloquemos nossa vida à serviço dos que necessitam de nós e nos sentiremos muito felizes, ainda que os aplausos não cheguem aos nossos ouvidos!
(Ir. Esther Thomasi, fsp)

terça-feira, 14 de setembro de 2010

SUGESTÃO DE LEITURA

A CRUZ EM PAULO - Um sentido para o sofrimento


Continuamente somos desafiados a repensar nossas experiências na vida, de modo particular, a encontrar algumas chaves de leitura para a vivência de nossa fé, sobretudo quando nos deparamos com a dor e o sofrimento. No encontro com Jesus, a experiência de Paulo de "cair por terra" indica uma direção para acolher a cruz e o sofrimento como sinal de fraqueza e de redenção. A compreensão da cruz sob um enfoque simbólico ajuda-nos a dar um sentido ao que para a lógica humana é incompreensível e abre espaço para nos achegarmos ao mistério, ao "ilógico" e ir ao encontro da fé. A pessoa que crê encontra em Cristo crucificado a esperança e o consolo da compreensão de sua dor. Paulo concentra sua teologia sobre a morte e ressurreição de Jesus, esse é o centro do desejo salvador de Deus. Sendo a cruz símbolo da extrema insuficiência humana, torna-se, contudo, lugar da mais profunda gratuidade de Deus, de seu poder resgatador. Diante da cruz, colocamo-nos como protagonistas de uma realidade dura e vemos no ressuscitado a esperança que nos lança para transcender nosso modo humano de ver o mundo e sentimos no mistério da fé, a força para continuar o caminho.

Você encontra esse livro em qualquer livraria Paulinas ou pelo 0800 70100 81 ou ainda em www.paulinas.org.br/loja

UM PRESENTE DE SÃO PAULO PARA VOCÊ!

Convidamos você, que acompanha o programa Nos Passos de Paulo, a se dirigir a uma das Livrarias Paulinas e retirar o Kit paulino que preparamos com muito carinho para você.

O kit contém o livro Conheça o Apóstolo Paulo, uma medalha de São Paulo e uma oração para você rezar conosco durante o programa. Aproveite para conhecer os livros, CDs e DVDs sobre o Apóstolo São Paulo.

Não Perca tempo!

Endereços das Paulinas Livrarias na cidade de São Paulo:

* Av. Marechal Tito, 981 - São Miguel Paulista
* Rua XV de novembro, 71 - Centro
* Rua Domingos de Morais, 660 - Vila Mariana

* Rodovia Raposo Tavares, KM 19,145

PAULO NOS FALA... Frase do dia

(Marko Rupnik)

“Por certo, foi crucificado em fraqueza, mas está vivo pelo poder de Deus.
Também nós somos fracos nele, todavia com ele viveremos
pelo poder de Deus em relação a vós.” (2Cor 13,4)


Paulo sintetiza a vida de Jesus a partir do evento da ressurreição. Falar da cruz ou do Cristo crucificado não se restringe apenas à morte de Jesus, inclui também sua ressurreição. Na ótica de Paulo, a cruz não é abstrata, mas conseqüência do comprometimento da vida de Jesus com o Reino de Deus.
Para o apóstolo Paulo, Jesus crucificado é o unificador, o centro de unidade da comunidade, o cristão é chamado a comprometer-se com o outro. Por isso, a cruz não é apenas sinal ou símbolo de sorte, enfeite ou argumento de poder. Ela é essencialmente o instrumento da morte de Jesus, o lugar da máxima fragilidade e impotência humana, mas também o campo da manifestação amorosa do Pai.
Na vida de Jesus a cruz é conseqüência de suas opções. Também para o cristão ela deve tomar o mesmo sentido e jamais ser assumida como princípio, pois isso é tirar dela a força profética que grita contra as injustiças e mantém despertos os pobres que têm na esperança o impulso para insistir teimosamente em buscar mais vida.


(Do livro: A Cruz em Paulo de Ir. Agda França, fsp)

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Conhecendo a Palavra...

05 - O alto preço da prosperidade

Este é o volume Nº 5 da Série Visão Global - O alto preço da prosperidade. Trata do tempo da monarquia unida em Israel. O que se quer passar, é que Deus assume como sua Palavra, aquilo que o povo compreende e escreve, dentro das limitações humanas, ao tentar descobrí-lo na história.

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA


“Suportem-se uns aos outros e perdoem-se mutuamente,
sempre que tiverem queixas contra alguém.” (Cl 3,13)

Paulo é o Apóstolo do amor e do perdão. A experiência de ter pecado e de ter si do perdoado é para ele uma força que o impele a proclamar a misericórdia de Deus. Só quem se sente perdoado, sente a alegria do amor, da paz. Como veremos no programa de hoje, a experiência de Damasco que marca a vida do Jovem Saulo e o faz sentir o profundo amor que Deus tem por ele.
Deus é amor e perdão e o seu perdão é uma vida nova oferecida ao pecador que volta arrependido aos braços do Pai. A ordem de Jesus é que, quem foi perdoado, deve perdoar. É bom lembrar que no perdão que nós damos aos outros, está a força para ele se levantar. Quem perdoa, libera espaço dentro de si, para coisas e forças novas.


(Ir. Esther Thomasi, fsp)

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA... Frase do dia



“Deus não nos deu um Espírito de medo, mas um Espírito de força, de amor e de sabedoria”. (2 Tm 1,7)

O Apóstolo Paulo, era o homem da coragem, enfrentava tudo e todos. Uma coragem que ultrapassava os limites humanos. E a gente se pergunta: Onde ele encontrava tanta força? Ele mesmo diz: o Evangelho é a força de Deus para quem crê! E aos Filipenses: Tudo eu enfrento por causa do Evangelho!”
Está aqui o segredo de sua força! Todos nós somos escravos de certos medos, que nos travam e amarram. Pode acontecer que a pessoa se esconda atrás do medo de errar e acabam errando ainda mais. O medo cria barreiras, o amor cria pontes. A pessoa conduzida pelo Espírito, nada teme em sacrificar-se em favor dos outros! Que o Espírito do Senhor nos fortaleça sempre mais para que o nosso amor seja, de fato, um amor capaz de sacrifício até a entrega da própria vida por amor.


(Ir. Esther Thomasi, fsp)

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Paulo nos fala... Frase do dia

“Acolham-se uns aos outros, como Cristo vos acolheu”. Romanos 15,7

Acolher cada pessoa com em sua singularidade, é o caminho para que as diferenças não quebrem a união na família, na sociedade, na igreja, no trabalho. Fazer com que as diferenças fortaleçam os vínculos da fraternidade. Já no seu tempo, o Apóstolo Paulo entendia a força do acolhimento e a recomendava às comunidades.
Cada um de nós, você, eu, somos responsáveis pelo o acolhimento que gera união, na família, no trabalho, onde estivermos. Deixe transparecer nos seus gestos, palavras, atos, que você é pessoa de paz e busca a união, como Jesus pediu: “que todos sejam um”.

(Ir. Esther Thomasi, fsp)

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo de Valentin de Boulogne)

“Deus lhes dê um espírito de sabedoria para conhecerem a Deus.” Efésios 1,17

O apóstolo refere-se muitas vezes à esta sabedoria, que é fruto do Espírito Santo, brota da fé e leva ao conhecimento de Deus. Não se refere ao conhecimento da razão, da ciência, da inteligência, mas é fruto da experiência de Deus. A quem tem fé, lhe é dado conhecer a Deus nas maravilhas do universo, na beleza da natureza, na harmonia das flores, na simplicidade dos humildes, nos gestos de fraternidade.
Incrível, mas encontrei uma pessoa que disse ter conhecido Deus através do amor da caridade da Ir. Dulce, o Anjo da Bahia. E ela concluía: conheci o amor de Deus, no amor de Ir. Dulce e com ela eu aprendi a cuidar da minha mãe que sofria de hanseníase. Esta jovem recebeu Espírito de sabedoria através do amor concreto, visível de Ir. Dulce. Peçamos ao Apostolo Paulo o mesmo Espírito.


(Ir. Esther Tomasi, fsp)

Conhecendo a Palavra...04

04 - As famílias se organizam em busca da sobreviência

Este é o volume Nº4 da série Visão Global - As famílias se organizam em busca da sobreviência. você conhecerá um dos períodos mais importantes da história do povo de Deus na terra de Canaã: o tribal, no qual o povo era governado por um conselho de representantes das famílias que se uniram na mesma fé. Ao longo de todo este volume, você verá que o povo descobria a presença de Deus a cada passo, enquanto as famílias, tribos e clãs lutavam para sobreviver. Essa descoberta deu origem à bíblia.

www.paulinas.org.br/loja

terça-feira, 7 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo - Rembrandt)



“Se vivemos pelo Espírito, caminhemos também sob o impulso do Espírito”. Gálatas 5,25


O que é viver no Espírito de Deus, ou caminhar sobre o impulso desse mesmo Espírito? Primeiramente viver no Espírito é acreditar na promessa de Jesus. Quando ele diz aos discípulos que iria partir mais que o Pai enviaria o Espírito da verdade para conduzi-los.
Viver segundo o Espírito é amar, ser alegre, viver em paz, ter paciência, bondade, fé, mansidão. Se vivemos pelo Espírito, caminhemos também sob o impulso do Espírito. Não sejamos ambiciosos de glória, provocando-nos mutuamente e tendo inveja uns dos outros. Façamos sempre o bem. Caminhar sobre o impulso do Espírito é confiar que jamais estaremos sozinhos. Jesus nos prometeu e cumpriu, basta que acreditemos em sua ação transformadora em nossa vida. A maior graça do espírito é o amor.



(Ir. Esther Thomasi, fsp)

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Conhecendo a Palavra...

03 - O povo da Bíblia narra suas origen

Este é o volume Nº3 da série Visão Globa - O povo da Bíblia narra suas origens. Os quatro temas: O nome do povo retrata sua história; Na experiência da fraqueza, o povo vê a força de Deus; Os fracos e pequenos constroem o povo de Deus; O povo reconta a história e revive a libertação, ajudarão você a descobrir como o povo da Bíblia se formou, entre as lutas e as conquistas daqueles que faziam parte dos grupos iniciais. Você descobrirá que a experiência de fé que caracterizou e distinguiu aquele pequeno povo de todos os povos da Terra, é a mesma experiência que Deus hoje nos oferece.
Você pode adquirir este livro pelo site: http://www.paulinas.org.br/home/

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo - Giotto)

“Sabemos que todas as coisas concorrem para o bem dos que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o projeto dele”. Romanos 8, 28

Hoje não pode ser mais um dia na nossa vida. É um novo dia, no qual temos a oportunidade de olhar a vida de maneira diferente e começar tudo de novo. Problemas sempre teremos, dificuldades também, mas não estamos sozinhos, porque Deus está conosco. Nada em nossa vida acontece por acaso. Tudo nos fortalece no caminho de encontro com Deus e com os Irmãos. As alegrias e também as tristezas, fazem parte de nosso caminho, de nossa condição de peregrinos nesta terra.
Podemos juntos recordar a passagem dos discípulos de Emaús que voltavam desamparados e tristes, pois tudo tinha fracassado. O mestre havia morrido, as esperanças haviam acabado. Mas Cristo lhes aparece no caminho dizendo: “Vós sois lentos para entender e acreditar nos desígnios do Senhor”.
Mesmo diante de tanta tristeza, e onde tudo parecia ter acabado. Jesus estava ali com os discípulos, e foi justamente nesse caminho tão difícil, que eles puderam fazer a experiência da presença amorosa de Jesus, que o tempo todo estava ao lodo deles. Por isso não devemos desanimar, pois todas as coisas concorrem para o Bem dos que amam a Deus!


(Ir. Esther Thomasim fsp)
Jesus Cristo é o Senhor
(São Paulo no caminho de Damasco - G. Breddo)
A cena mais conhecida na vida do Apóstolo Paulo é a conversão. Se perguntarmos a qualquer pessoa cristã o que sabe dele, a maioria dirá que ele caiu do cavalo.
Aliás, o personagem mais famoso parece até ser o cavalo, que por sinal, nem existe no texto bíblico. No livro dos Atos dos Apóstolos, a conversão é narrada três vezes, em At 9, 1-19; At 22, 1-21; At 26, 1-18, são textos longos e ricos em detalhes, mas todos dizem que o jovem Saulo caiu por terra, simplesmente. O cavalo faz parte do nosso imaginário.
O fato que costumamos chamar de conversão, na verdade, foi o grande encontro, a grande experiência de luz que transformou Saulo de perseguidor em missionário de Jesus Cristo. Essa mudança tão grande terá sido repentina?
A brilhante inteligência de Saulo o inquietava. Ele queria ser santo, mas com certeza, via que a observância da Lei não era tudo, queria descobrir a verdadeira santidade e sentia que a proposta de Deus tinha que ser maior...! Enquanto se angustiava, os seguidores do Caminho de Jesus avançavam e se espalhavam pelas comunidades judaicas.
O autor dos Atos dos Apóstolos faz questão de dizer que Saulo estava presente na morte de Estevão, o diácono e primeiro mártir cristão. Mas há um detalhe curioso: diz que ele guardava as vestes, isto faz pensar que ele não jogou pedras.
Sendo assim, é intrigante ele ter viajado a Damasco para prender os seguidores de Jesus. Por que terá ido?
Talvez ele fosse recém-formado ou estivesse quase acabando o curso de doutor da lei e almejasse se mostrar consciente e competente em sua missão de defender a fé de Israel. Diz o texto bíblico que o sinédrio lhe deu uma carta de envio, com autoridade para levar algemados os cristãos da Síria para Jerusalém.
E Saulo conhecia as Escrituras como ninguém. Quando disse: Senhor, fez um ato de fé na revelação que acabava de receber: Jesus era o próprio Deus de Israel no meio do povo.
Nas cartas, mais tarde, ele vai usar continuamente o título: Senhor Jesus Cristo, Jesus é o Senhor, Senhor nosso, Jesus Cristo. A mesma expressão judaica para Deus: Senhor nosso Deus.
Vimos apenas a primeira expressão do relato da conversão de Saulo. Vamos deixá-lo no caminho, às portas de Damasco e no próximo programa, veremos o que aconteceu com ele.
Ir. Maria Inês Carniato, fsp

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo e Silas na Prisão - Irmã teresa Groej)
“A esperança não engana ninguém, pois o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo.” Romanos 5, 5
Paulo é mestre de esperança. Ele afirma que vivemos em paz com Deus, porque a fé nos justifica e nos mantém firmes na esperança da salvação. A esperança em nós tem o tamanho da nossa fé. São Paulo confirma com a sua experiência que, graças à esperança, podemos assumir o sofrimento, as dores, as rejeições, com coragem e firmeza. A esperança não decepciona, não frustra ninguém, porque a fé nos garante que Deus nos ama e não nos abandona nunca.
Quando alguém diz que perdeu a esperança, precisa fazer o que Paulo diz a Timóteo, reavivar o dom da fé que recebemos de Deus. Diante de tantos sofrimentos, catástrofes, que deixam a sociedade amedrontada, é urgente a presença de pessoas carregadas de esperança, para socorrer os fracos e reanimar os caídos. Era assim a esperança de Paulo nas comunidades cristãs do seu tempo. Que o Apóstolo Paulo nos ajude a reavivar o dom da Esperança!
Irmã Esther Thomasi, fsp

Conhecendo a Palavra...

02 - Terras bíblicas: encontro de Deus com a humanidade
Este é o volume Nº2 da série Visão Global - Terras bíblicas: encontro de Deus com a humanidade. Você fará uma verdadeira viagem pelos locais bíblicos onde se deu a comunciação de Deus com as pessoas. A proposta desse volume é dividida em três temas: Terras bíblicas encontro de Deus com a humanidade; Israel uma terra pequena que recebe de Deus um grande nome e Entre serras e planícies, um povo luta pela vida. Trazem a Bíblia para dento de sua experência pessoal e da vida do povo brasileiro. Ao mesmo tempo, fazem com que a nossa história como povo ajude a entender os relatos bíblicos e história do povo da Bíblia.
Você pode adquirir este livro pelo site: http://www.paulinas.org.br/loja/

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Conhecendo a Palavra...

O Apóstolo Paulo foi o Apóstolo da Palavra, por isso, durante este mês de Setembro aqui no nosso Blog, você vai conhecer os livros da série Visão Global. Esta série apresenta as etapas fundamentais da história do povo bíblico e, por meio da linha do tempo, as relacionando com fatos da história contemporânea. É um precioso auxílio para as pessoas começarem a se familiarizar com os textos sagrados, com sua formação e com sua história. Utilizando metodologia própria para estudo em grupos, os volumes são ainda enriquecidos com 42 mapas e temas bíblicos.
01 - Bíblia, comunicação entre Deus e o povo
Este é o volume Nº1 Bíblia, comunicação entre Deus e o povo, desenvolve o conteúdo em quatro temas: Bíblia parceria entre Deus e o povo, Bíblia comunicação de Deus em linguagem humana, Arqueologia e inspiração divina, Deus fala na Bíblia e nas histórias que o povo conta. Procura mostrar que a bíblia não é um livro difícil e misterioso. É uma história viva e atual. É a voz do próprio Deus comunicando-se em lingagem humana, falando pessoalmente com você.
Você pode adquirir este livro pelo site: http://www.paulinas.org.br/loja/

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Vincenzo Cerino, Kerigma)
“Tudo me é permitido, mas não deixarei que
coisa alguma me escravize.” 1 Cor 6,12
Paulo nos diz: “Posso fazer tudo que quero, mas sei que nem tudo me convém e por isso não deixarei que nada me escravize”. Paulo é coerente com a verdade conquistada. Frente às realidades tão contraditórias no mundo de hoje, o cristão se encontra diante de dois caminhos, um gera a vida e o outro conduz à morte. A todo instante somos convidados a escolher o melhor caminho. Isso exige de nós uma atitude de constante discernimento. Vivemos em uma sociedade, muitas vezes injusta e desigual. Uma sociedade que é escrava de muitos vícios.
Mas também encontramos, nesta mesma sociedade, pessoas verdadeiramente livres, que usam a força do bem, para construir uma sociedade nova, a começar pelas suas casas e comunidades. São os pequenos gestos que ajudam a transformar o mundo que nos cerca. Essas pessoas, que se dedicam a estes pequenos gestos de fraternidade, seja em casa, na paróquia ou em grupos de voluntariado, são o sal da terra e a luz do mundo.
Cabe a nós cristãos colocá-las sob na luz do Ressuscitado, para que como testemunhas da liberdade cristã, estimulem, reforcem a fé, a coragem e a solidariedade humana.
Irmã Esther Thomasi, fsp

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Mês da Bíblia 2010


Tema - Jonas: Conversão e Missão

Lema - "Levanta-te e vai à grande cidade"
(Jn 1,2)
.................................
Hoje no Programa Nos Passos de Paulo, conversamos com o Padre Sérgio Bradanini, missionário do PIME. Ele falou do Mês da Bíblia e de modo particular do estudo do livro de Jonas.
O livro de Jonas, foi escolhido para o mês da Bíblia com o objetivo de ajudar o povo de Deus a cumprir o anseio do último Sínodo (2008) que destacou o mandato missionário de todo cristão como consequência do Batismo. Acrescenta- se a isso o fato do documento de Aparecida também destacar o valor do mandato missionário, enfatizando os novos areópagos da missão (DAp 491-500). Outras motivações contribuíram para a escolha do livro de Jonas: a Campanha da Fraternidade Ecumênica e o Ano Paulino, que refletiram sobre a evangelização do mundo urbano. Através do livro de Jonas Deus faz o mesmo apelo aos cristãos de hoje: “Levanta-te e vai à grande cidade” (Jn 1,2) para denunciar as injustiças e proclamar a sua misericórdia.
Paulinas contribui para essa reflexão com um subsídio de apoio: Levanta-te e vai à grande cidade (Jn 1,2) - Introdução ao estudo do profeta Jonas. Um opúsculo que apresenta quatro roteiros para encontros de reflexão sobre o livro de Jonas.

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(São Paulo de Marko Ivan Rupnik)
“Que a Palavra de Deus permaneça em vocês, com toda a sua riqueza”.
Cl 3, 16
Paulo prossegue dizendo aos colossenses, que a Palavra permaneça em vocês, para que vocês possam se instruir e aconselhar mutuamente, com toda a sabedoria que provém das Escrituras Sagradas. A Palavra de Deus é riqueza e mistério que habita em nós e se comunica através de nossas ações. Apesar de nossas falhas, a Palavra de Deus caminha conosco. Que a Palavra permaneça em nós, dê frutos em nossa vida e seja percebida em nossos atos, palavras e ações.
O Apóstolo Paulo compreendeu a necessidade que a Palavra tem de comunicar-se. Ele deu vida ao anseio de Jesus: “Ide por todo o mundo e anunciai o Evangelho a todos até o fim dos tempos.” Os cristãos que se habituam a mergulhar na Palavra de Deus e fazem dela o seu alimento cotidiano, devem assumir o compromisso de vivenciá-la, transformando suas vidas em pequenos Evangelhos, onde as pessoas possam ler em suas ações a Palavra de Deus. Rezemos ao Apóstolo, para que nos deixemos transformar, como ele, pela Palavra de Deus.
Irmã Esther Thomasi, fsp