sexta-feira, 30 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo testemunha as núpcias místicas de Santa francisca Romana)

“Pensem nas coisas do alto e não nas coisas da terra!” Cl 3, 2

O Apóstolo Paulo não despreza as realidades terrenas, humanas, como aquela preocupação natural de buscar uma vida digna. Mas ele convida aos Cristãos a descobrirem a vida nova que Jesus revelou. Paulo nos convida a mudar o modo de ver as realidades que nos cerca, passando a olhar tudo como dom de Deus, como nova oportunidade para elevar o nosso Espírito a Deus em atitude louvor e gratidão.
Paulo aprendeu de Jesus, a valorizar todas as situações humanas, mesmo as mais dolorosas. Também podemos ver no Evangelho o exemplo de Zaqueu, que procurando encontrar o Mestre, subiu em uma arvore um lugar alto, pois a multidão o impedia de ver Jesus. E no alto, Zaqueu não só viu Jesus, mas ouviu a sua Palavra, o seu convite. Pensamentos positivos nos fazem ver melhor as realidades humanas, a vida se faz mais alegre e sentimos menos o peso das dificuldade. Que São Paulo, nos ajude sempre a olhar para o alto, olhar para o exemplo do Divino Mestre, que estava em união constante com o Pai, e nos lançarmos a meta do amor Cristão: que é a união com Deus e a comunhão com os Irmãos.
Irmã Esther Thomasi, fsp

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Seguidores dos Passos de Paulo...

No programa de hoje, teremos uma Conversa animada sobre a vida do Beato Pier Giorgio Frassati. Um jovem apaixonado por Cristo e pelos Pobres, como foi São Paulo. Ele é Conhecido como o santo da Juventude.
Quer saber mais sobre a vida de Pier Giorgio Frassati? Acesse o site:
http://www.piergiorgio.com.br/

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo - Cat. S. Januário - em Nápolis - Séc. I)
“Eu vivo, mas já não sou eu que vivo , é Cristo que vive em mim” Gl 2,20 .
Desde a Conversão, São Paulo Centralizou sua vida em Jesus Cristo Crucificado e Ressuscitado. Paulo, homem inquieto, sempre em busca da Verdade, do Caminho e da Vida. Na Conversão, Jesus lhe mostrou quanto deveria sofrer, mas mesmo assim, Paulo não desanimou e toda a sua vida foi uma busca constante para viver Jesus Cristo. Despojou-se de tudo o que era velho e assumiu a vida nova por inteiro. Nada mais o deteve, ninguém mais pode fazer com que ele desistisse de sua Meta.
Paulo deixou-se conduzir pela luz e força do Espírito Santo. Esvaziou-se totalmente, para que Cristo pudesse habitar em seu ser. Quando Deus toma uma pessoa para fazer dela seu instrumento, ele a Toma por inteiro. Lendo o testemunho dos santos aprendemos com eles a viver em Jesus. A fé exige entrega concreta da própria vida, para que Deus se sirva dela. Assim aconteceu com Dom Oscar Romero, Dom Hélder, e Dom Hélder e tantas outros Cristãos autênticos. Que o Apóstolo Paulo nos ensine a viver a fé, a ponto de nos deixarmos configurar à Cristo, deixando que ele viva em nós, para de todos.
Irmã Esther Thomasi, fsp.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo configurado à Cristo Crucificado)
“É preciso que vocês se revistam do homem novo criado à Imagem de Deus!” Ef 4,24 .
O Apóstolo Paulo em suas cartas, tenta conscientizar os cristãos de que eles são chamados a uma vida nova, feita à imagem e semelhança de Jesus...Converter-se, revestir-se, transformar-se em nova criatura, é a vocação de todo cristão que se faz discípulo de cristo. O Apóstolo Paulo também passou por este processo, desde a conversão até o final da vida. Certamente não foi fácil, pois o próprio Jesus lhe havia dito que ele deveria sofrer muito. Entendeu que era obra do Espírito Santo, mas não deixou de colaborar com a oração, força de vontade, empenho, discernimento, ajudas dos apóstolos e também dos seus colaboradores.
Paulo nasceu de novo, agora revestido de Cristo. Quem via Paulo, via Cristo...Todo Cristão que vive seu batismo e segue Jesus, deve transparecer na vida essa presença de Jesus, amando e servindo os irmãos. Toda pessoa anseia por uma vida nova, por um encontro com Deus. Por vezes, não encontra quem lhe mostre Jesus, quem lhe aponte o caminho, não através de conhecimentos elevados, mas com a vivencia de uma fé pura, que transparece Deus. Assim como São Paulo, que revestido do Homem novo, podia dizer, “meu viver é Cristo.”
Irmã Esther Thomasi, fsp.

terça-feira, 27 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Interior da basilica - Altar pontifical sobre o túmulo de Paulo - Zuleica Silvano)
“Não nos cansemos de fazer o Bem!” Gl, 6,9.
O Apóstolo Paulo era gente como nós, humano, com defeitos, doente, e quando a idade já ia avançada, certamente se cansava muito, naquelas longas viagens, ora a pé, ora de barco, com fome, frio e muitas outras dificuldades. O cansaço foi o seu pão de cada dia. Mas para tornar Jesus conhecido, para fazer o bem ao Povo, Paulo fazia do cansaço, oportunidade para que atingisse o amor atingisse o coração de todos, a quem ele se sentia obrigado a evangelizar.
Paulo dizia aos Gálatas, e diz também para nós hoje: O Cristão não deve se cansar de fazer o bem, e mesmo quando se sentir cansado, faça do seu cansaço uma oportunidade para doar suas forças, como oferenda a Deus, em favor da Evangelização. O Evangelizador não perde oportunidade. Por isso o Apóstolo continua repetindo para cada um de nós: Não se cansem de fazer o bem! Não nos cansemos de fazer o Bem. Continuemos acreditando na força que vem de Deus, e Lembremo-nos sempre das pessoas que esperam por nossa ajuda.
Irmã Esther Thomasi, fsp

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Saulo em Tarso, Deus preparava um missionário

(Foto de Douglas Mansur)
O apóstolo é conhecido pelo nome romano: Paulo, mas sabe-se que Saulo era o seu nome hebreu. Shaúl, foi o primeiro rei de Israel. Foi da tribo de Benjamim, a menos numerosa e mais insignificante. Os pais de Saulo, fiéis a uma tradição de séculos, deram ao filho o nome do antepassado mais ilustre da família.
As pessoas que vivem fora da pátria procuram manter um elo com suas raízes familiares e passá-lo aos filhos e a língua é o principal traço de uma nacionalidade. Por isso, pensa-se que o menino Saulo deva ter aprendido por primeiro o aramaico, porque era a língua que o povo falava no tempo de Jesus.
Paulo estudou o grego bíblico, sem dúvida, e também, o grego popular que o povo falava.
Aos 15 anos,Paulo, deve ter concluído o curso secundário da sinagoga, após ter aprendido interpretação de texto e composição literária. Dos 16 aos 20 anos, é provável que tenha escolhido um mestre da Universidade, para aperfeiçoar-se em alguma área do saber grego.
Toda essa preparação foi muito útil quando ele, já exercendo sua vocação missionária, resolveu escrever cartas para as comunidades cristãs.
Pode-se afirmar que Deus preparava o futuro apóstolos desde jovem, sem que ele soubesse.
E era comum que os jovens de Tarso, ao terminarem os estudos que a cidade oferecia, escolhessem uma especialização em uma cultura diferente. Foi o que Saulo fez, indo para Jerusalém. Mas isso nós veremos na semana que vem!
Irmã Maria Inês Carniato, fsp.

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo e São Domingos)

“Tenham sempre na mão o escudo da Fé!”
Ef 6, 16
Paulo é o homem da luta para conquistar Cristo e o seu Reino. É ele quem diz: que anda, corre, trabalha, mas não como quem vai sem rumo, sem motivações. Paulo tem objetivos fortes e claros: Levar o Evangelho de Jesus a todos. Quem se apaixona por Cristo, aprende com São Paulo a lutar com fé, pela justiça, pelo amor e pelo bem comum. Ser discípulo, seguidor de Cristo, não é fazer da vida Cristã um “Sofá para medíocres.”
O escudo da fé para o cristão é usar a força do batismo, da crisma, da Eucaristia, da Palavra de Deus, para eliminar os inimigos presentes na sociedade de hoje, que são o egoísmo, a injustiça, a opressão e a morte. São Paulo nos ensina a pensar e agir sempre de acordo com a verdade, a justiça, o amor, como vivia Jesus e seus seguidores.
Que São Paulo interceda por nós, para que seguindo seus passos, possamos chegar a este grau de consciência da vida Crista amadurecida no amor e no serviço a Deus e as pessoas.
Irmã Esther Thomasi. fsp.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE... FRASE DO DIA

(São Paulo - Afresco do sec. 3 - Catacumba de Domitila - Roma - Rev. Jesus)
“Carreguem os fardos uns dos outros e vocês estão cumprindo o mandamento de Cristo!” Gal 6, 5
São Paulo nos fala em fardos. Sabemos como os fardos pesam. Hoje, como no tempo de Paulo, por fardo entendemos o lado negativo das pessoas, seus defeitos, suas falhas, que por vezes temos dificuldade de aceitar. Paulo nos manda carregar, ele não nos manda arrastar, chutar, ou mandar para longa...Todos nos, já experimentamos dificuldades na convivência com pessoas de diferentes temperamentos. Para superar tais dificuldades, o melhor remédio para, com cura garantida, é o amor. E São Paulo traz o exemplo de Jesus que por amor, carregou nossos fardos, que foram e são muito, somente por amor.
Ele acolhia todo tipo de pessoa, não olhava nem dava destaque aos defeitos, não atacava, nem humilhava ninguém. É conhecida a História daquele menino que carregava seu irmão nas costa e ao ser interrogado se não estava pesado demais, ele respondeu: “Não, ele é meu irmão!” Porque somos irmãos, nos acolhemos, nos aceitamos e suportamos com amor seus limites, suas falhas. Que São Paulo, nos ajude a fazer de nossa vida Suporte para a vida de nossos Irmãos.
Irmã Esther Thomasi, fsp

quinta-feira, 22 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE... FRASE DO DIA

(São Paulo Apóstolo)
“O Amor é paciente, o amor é prestativo!...”
Cor 13, 4
Este versículo faz parte do Hino ao Amor composto pelo Apóstolo Paulo, ele é uma das mais belas páginas escritas e vividas por Paulo. O amor é uma força que leva as pessoas a criarem gestos que solidificam relacionamentos, geram atitudes, criam comunhão e favorecem a paz. Por vezes somos impacientes ao buscarmos nossos próprios interesses, mas somos lentos quando o assunto é servir ao que necessitam.
Pelo que sabemos, o apóstolo Paulo não era de temperamento muito fácil, mas ele aprendeu na escola de Jesus a ser manso, paciente na aceitação das pessoas, dos seus costumes, das demoras em entender o ensinamento de Jesus. Deus é sempre paciente e prestativo para conosco. O amor paciente aguarda e respeita a hora de Deus, pois é ele quem conduz as pessoas no caminho da conversão, da santidade. Paulo aprendeu de Jesus a ser paciente, não só acolher e superar os desafios, mas também a doar-se inteiramente, mesmo em meio às dificuldades.
Irmã Esther Thomasi, fsp.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(luminura da carta aos Gálatas-séc - livro Sulle Orme di Paolo)
“Que a Paz de Cristo Reine no coração de vocês...” Cl 3, 15.
A Paz é obra do Espírito Santo, mas é nossa também. Há pessoas dizendo que não conseguem viver em paz, mas vivem juntando ressentimentos, raivas, invejas...Essas pessoas vivem sem a preocupação cristã de ver o lado bom das coisas e das pessoas.
O Segredo da pessoa otimista é valorizar as diferenças, é alegrar-se com os sucessos, as conquistas dos colegas, mesmo que você não os conseguido tenha, é abrir o coração para admirar o bom e o belo nos outros, é estender a mão para ajudar uma pessoa necessitada, mesmo que essa pessoa seja desconhecida aos nossos olhos. A paz não se compra, porque ela é uma conquista do amor!
Rezemos a São Paulo, para que ele nos ensine a buscar a verdadeira paz, a paz que o mundo não nos pode oferecer, mas que vem da união com Deus e de uma vida centrada em Cristo e vivida em favor dos irmãos.
Irmã Esther Thomasi, fsp


terça-feira, 20 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE... FRASE DO DIA

(Pintura do Séc. XIV - Pinacoteca de Veneza)
“Os que crêem em Deus, se dediquem a cultivar boa conduta” Tito 3, 8.
A boa conduta, o bom comportamento, não depende só da boa educação, da escolaridade, mas como o Apóstolo Paulo recomenda, se baseia na fé, a fé que se manifesta na conduta, no testemunho, nas obras. A fé que não se reflete nas obras, pode estar morta, ou muito fraca, sem expressão. Fé é caridade, é solidariedade, é presença, é força para quem necessita.
A fé é presença solidaria de quem acredita que o mesmo Deus que está em mim está também na pessoa do outro, seja ele quem for. Que a nossa fé seja transparência deste amor de Deus que trazemos em nosso coração. Segundo a Ir. Esther, a melhor explicação sobre a fé nós a temos na vida das pessoas. “Pelas vossas obras vós os reconhecereis” disse Jesus. A Bíblia diz que o “Justo vive de Fé”. O primeiro fruto da fé é a justiça e a justiça vem antes da caridade. Quando um cristão vive de fé, é notável o seu comportamento, feito de justiça, serviço e solidariedade. São Paulo confirma a sua fé com o seu testemunho na fidelidade a missão que Deus lhe confiou.
Irmã Esther Thomasi, fsp.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Imagem da Casa de Oração das Irmãs Paulinas)
“Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho” Rm 15, 16
Ai de mim! Se não for fiel a vocação que recebi de Deus! Paulo era um homem livre, por isso muito comprometido com o anuncio da Boa Notícia! Ele leva tão à sério a vocação, que Evangelizar tornou-se para ele uma Paixão. Uma Paixão tão forte que lhe custou muitos sofrimentos, muito cansaço, mas tudo isso, porém, vivido com muito amor e com muita alegria. Como vimos na leitura de ontem, São Paulo escreve aos Colossensses, falando dos desafios enfrentados na missão, mas também de sua alegria por se sentir participante nos sofrimentos de Jesus.
A exemplo de São Paulo, hoje a Igreja conta com um elenco de gente apaixonada por Jesus Cristo e pela Evangelização: São leigos, religiosos e religiosas, missionários, voluntários, pessoas engajadas em obras sociais, que dão tempo, forças, e própria vida por Jesus e pelos irmãos necessitados. Seus nomes não estão nos jornais, nem na mídia, mas suas ações estão todas escritas no livro da vida. É o Apóstolo que continua vivo hoje! É o Evangelho vivido e comunicado.
Irmã Esther Thomasi, fsp

O FILHO DA GRANDE METROPÓLE

(São Paulo leva sobre o Peito o Evangelho que será sua regra de Vida)

Hoje começaremos a conversar sobre a trajetória de vida do Apóstolo Paulo, que foi longa, intensa e variada. De fato, além do que é narrado no livro dos Atos dos Apóstolos, há também o que ele mesmo revela nas cartas e, além disso, as pesquisas dos estudiosos, porque alguns detalhes não aparecem nos textos bíblicos, como a família, infância e a vida de Saulo antes de sua chegada a Jerusalém. Mas há outras fontes históricas que permitem saber algo mais de sua vida.
Paulo era conhecido como de Tarso, porque era costume, nomear as pessoas pela origem. Sabemos que Paulo era judeu, inclusive, fariseu e doutor da Lei, mas a cidade natal dele não pertencia à Palestina e sim à província romana da Cilícia, ao norte, acima da Palestina.
Tarso era ponto de chegada e partida na rota das caravanas entre Oriente e Ocidente e lugar de encontro de nações, línguas, povos e culturas: judeus, asiáticos, persas, fenícios, assim como gregos e romanos a habitavam ou freqüentavam.
O menino Saulo, com certeza, foi educado em toda a tradição dos judeus, primeiro em casa, depois na escola da sinagoga. E só mais tarde, teria ido aprender dos mestres gregos na universidade, já com intenção de no futuro, ser um intelectual, um professor e doutor da tradição judaica.
Irmã Maria Inês Carniato, fsp.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

( Mesmo preso Paulo continua comunicando o Evangelho)
“Procurem as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus” Cl 3, 1
No relato da conversão de Paulo, lemos que uma forte luz o lançou por terra. Ajudado pelos colegas, Paulo levantou-se e entrou em Damasco. Aquela luz, lhe revelou Jesus e desde então ele passou a buscar as coisas do alto. O seu Ideal, a sua paixão passou a ser Jesus Cristo crucificado, morto e Ressuscitado. Paulo passou a ver os Cristãos como filhos de Deus e seus irmãos na fé.
A estrutura humana da pessoa é feita para olhar para cima, diferente dos animais irracionais que caminham olhando para baixo. Diz o Evangelho que Jesus curou aquela mulher encurvada, que se aproximou dele pedindo a cura. Isso é uma prova de que a pessoa humana é grande demais aos olhos de Deus, para viver rastejando. Somos feitos à imagem de Deus, para buscarmos as coisas do alto, onde está Jesus. Rezemos a São Para que ele nos ensine a fixar nosso Olhar em Jesus, como ele fez, e sermos fieis ao nosso propósito de Cristãos de buscar sempre as coisas do alto, Buscar ter em nós os mesmos sentimentos de Jesus.
Irmã Esther Thomasi, fsp.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

PAULO NOS FALA ...FRASE DO DIA

(Mesmo preso, físicamente, Paulo jamais perdeu sua liberdade interior)
“Cristo nos libertou para que sejamos verdadeiramente livres !” Gl 5,1.
Todos nós desejamos a liberdade, queremos ser livres. O Apóstolo Paulo, conheceu a verdadeira liberdade, quando conheceu Jesus Cristo, o Deus que livremente assumiu a natureza humana para libertar a humanidade. A liberdade é o grande Dom que Deus nos dá, para colaborarmos com ele na obra da criação. Se formos realmente livres interiormente a força de Deus agirá em nós, como agiu em Jesus, em Maria, nos profetas, nos apóstolos, como age em cada cristão que se coloca à disposição de Deus a sua liberdade.
A Vida Cristã é um chamado para a liberdade. Esta, porém não deve ser confundida com libertinagem, que consiste em colocar tudo a serviço de si mesmo. A verdadeira liberdade leva a pessoa a colocar-se a serviço dos outros, conforme o exemplo e o ensinamento de Jesus. Que o testemunho do Apóstolo Paulo nos estimule a sermos sempre mais livres para nos doarmos gratuitamente a serviço dos irmãos mais necessitados.
Irmã Esther Thomasi,fsp.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE... FRASE DO DIA

(Paulo na Ilha de Malta - Perigo nas viagens)
“O Senhor esteve sempre ao meu lado, dando-me forças !” 2 Tm, 4, 17.
Os últimos tempos da Vida de São Paulo, foram muito sofridos: Idade avançada, doente, cansado pelas longas caminhadas por estradas sem asfalto, prisões, maus tratos, com fome, sede e por vezes, sozinho. Mas Paulo, prossegue seu caminho de missionário da Palavra, sem desanimar, sentindo que a força de Deus o acompanhava. Sentia-se fraco, como um vaso de barro, que com facilidade podia se romper, mas força do Senhor o fortalecia, o sustentava. Ele procurava recarregar sua fé, sua confiança na oração e junto aos seus companheiros de missão.
Que o exemplo de São Paulo nos fortaleça, pois todos ao longo da caminhada, experimentamos dificuldades, sofrimentos, contradições. E ele nos diz onde devemos buscar forças. É como acontece quando o nosso celular descarrega e nos impede a comunicação. Então vamos a um lugar apropriado e recarregamos o celular. A comunicação então volta ao normal. Quando estamos com dificuldades, problemas, crises, onde é que vamos recarregar o nosso Espírito? São Paulo é o nosso modelo de seguimento a Jesus e é ele que nos ensina a buscar forças no Senhor. Que possamos aprender cada dia a olhar sempre para Jesus, como São Paulo, e seguir em frente com decisão e coragem!
Irmã Esther Thomasi, fsp.

terça-feira, 13 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...PENSAMENTO DO DIA

(Pedro e Paulo dos lados e Jesus, o Mestre, no centro - Básilica de São Paulo fora dos muros - Roma)
“Tenham os mesmos sentimentos de Jesus !”
Fl 2, 5.
O Apóstolo Paulo, sempre aponta como ponto de referência, a pessoa de Jesus Cristo. Quando ele recomenda aos Filipenses que tenham os sentimentos de Jesus, ele está insistindo na autenticidade, na coerência de vida das pessoas. Sentimentos bons, caridosos, compassivos, brotam de um coração onde reina o perdão, a humildade, a paz.
São Paulo aponta para os sentimentos de Jesus, que disse: “Aprendam de mim, que sou manso e humilde de coração e dou a paz para vossos corações!” Bons sentimentos tinha aquela catequista que num curso sobre São Paulo, dizia ter vergonha por ter sentimentos tão diferentes dos sentimentos de Jesus, mas tinha uma santa Inveja dos sentimentos do Apóstolo Paulo. O seu testemunho era catequese. Quem dera nós também tenhamos está santa inveja do Apóstolo Paulo!Rezemos para que ele nos ajude a ter os mesmos sentimentos de Jesus!
Ir. Esther Thomasi, fsp.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Anania ajuda Paulo a se curar de sua cegueira - São Paulo fora dos Muros)

"O amor não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade!” 1Cor 13, 6.

O amor é vida do próprio Deus, da qual o cristão já participa. Nos alegramos com os atributos de Deus e dentre eles está a justiça, partilhada com todos os seres humanos. O Apóstolo Paulo inicia este versículo, afirmando que o amor não se alegra com a injustiça, mas com a verdade. A injustiça nos seus vários significados e expressões fere o coração de Deus e rouba o direito da pessoa humana. A verdade é o próprio Deus que Jesus veio revelar e que, no seu nascimento, os anjos anunciaram como uma grande alegria para toda a humanidade. Paulo sofreu muitas injustiças, tudo por causa do Evangelho, mas ele afirma que a força do amor sempre o sustentou e o fez vencer.
Lemos nos Atos dos Apóstolos, quando Paulo, injustiçado na prisão, cantava salmos de louvor a Deus, na alegria de sofrer por causa do Evangelho e do nome de Jesus. A força do amor quebrou as correntes e ele foi libertado. Nas pegadas de Paulo, conhecemos muitos Cristãos que lutaram e ainda lutam pela justiça, pela paz no mundo... Lembramos de Dom Oscar Romero, Ir. Dorothy, Dom Hélder e muitos outros santos de nossos dias, que movidos pela força do amor, da justiça, da verdade, deram suas vidas corajosamente. Todo Cristão, recebe de Deus as armas da fé, da Esperança, do amor, que são a mesma força que Paulo usou para vencer o inimigo, muitas vezes escondido na mentira, na injustiça, na ganância. Rezemos a São Paulo, para que ele nos ajude a compreender que todos somos responsáveis pela implantação e vivencia da Paz no mundo, começando do nosso mundo familiar, das nossas amizades...
Irmã Esther Thomasi, fsp.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Pedro e Paulo rumo ao Martírio - Basilica de São Paulo fora dos Muros)

“Por causa de Cristo tudo o que eu considerava como lucro, agora considero como perda !”
Fl 3, 7
Ele diz, dando motivações: “Considero um perda, diante do bem superior, que é o conhecimento do meu Senhor Jesus Cristo!”. O Apóstolo Paulo, antes da conversão, podia contar muitos lucros, que provinham da sua pessoa, da sua família, de sua raça, dos seus valores, estudos, etc... Tudo lhe garantia uma vida carregada de possibilidades humanas, sociais, religiosas, que fariam dele um homem influente, famosos e realizado.
Mas, quando conheceu Jesus Cristo Crucificado e Ressuscitado, tudo mudou em sua vida, porque o supremo valor, a maior riqueza para Paulo, passou a ser Jesus Cristo. Conhecemos muitos santos: Francisco, Agostinho, Clara, Teresa, Dom Helder, Alberione, Alfredinho.... Assim como pessoas que moram conosco e testemunham quais são os verdadeiros lucros que valem diante de Deus e que nos garantem o Reino dos Céus. Estes são os espertos, que sabem fazer suas escolhas na vida, praticando aquelas obras de caridade e juntando os tesouros que nenhum ladrão pode roubar, porque estão guardados no coração de Deus.
Irmã Esther Thomasi, fsp

quinta-feira, 8 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

( A vida Paulo foi serviço constante em favor dos irmãos)

“Coloquem-se a serviço uns dos outros !”
Gl 5, 13
O Apóstolo Paulo era muito realista, concreto, e o amor para ele era o próprio Deus, não era um sonho ou Utopia. O amor que ardia no seu coração apaixonado por Jesus, se transformava em consciência, em projeto de Evangelização. O amor a Deus, em Paulo, era também amor às pessoas, confirmado pelas suas palavras, pelas suas mãos, pelos seus pés, dando vida a todo seu ser e sua missão. Um escritor apaixonado por São Paulo ousou dizer que o amor tinha feito em pedaços o coração de Paulo, pedaços que ele distribuiu na evangelização, como pão partido para a vida de muitos.
O Padre Alberione, referindo-se ao Apóstolo Paulo, dizia às Irmãs Paulina: “O melhor e maior serviço que podemos prestar às pessoas que buscam Deus, é a verdade na caridade”. A Verdade é Jesus Cristo, é o seu Evangelho. Hoje, nas Pastorais da Igreja, se oferece muito espaço, oportunidades, variadas iniciativas para o Cristão prestar seu serviço, em forma de caridade. Peçamos a São Paulo que nos ensine a viver esse amor que se faz serviço para os irmãos.
Irmã Esther Thomasi,fsp

quarta-feira, 7 de julho de 2010

PAULO NOS FALA HOJE...FRASE DO DIA

(Paulo anuncia o Evangelho - Básilica de São Paulo fora dos muros)
“A minha função Sagrada é anunciar o Evangelho” Rm 15,16
Para o Apóstolo Paulo, anunciar o Evangelho, não era um passa tempo, uma tarefa de férias, dos domingos e feriados. Era uma vocação que lhe fora oferecida pelo próprio Deus e pela qual se sentia obrigado em consciência, tanto que dizia: “Ai de mim se não anunciar o Evangelho!”. Evangelizar não é uma profissão, um trabalho, do qual provém seu salário, mas é uma vocação, um convite de Deus para participar da missão de Jesus. A ordem de Jesus, quando subiu ao Céu: “Ide e anunciai o Evangelho a toda criatura”, não era só para os Apóstolos, os sacerdotes e religiosos, mas era para todos os batizados.
Evangelizar, mais do que preencher espaços do em meu tempo vago, é uma tarefa que empenha toda a vida. Deus nos cumula de dons para isso. Cabe a nós, como Cristãos, descobrir meios, formas e lugares para concretizar a Evangelização. A humanidade tem fome e sede de Deus e está à espera de quem lhe anuncie o Evangelho de Jesus. Evangelização não depende do muito estudo, do dinheiro ou da saúde, é o que São Paulo sente concretamente quando Deus lhe diz: “A ti, Basta a minha graça!” Basta que tenhamos como São Paulo, Um Espírito generoso, abrasado de amor por Deus e pelas pessoas! Sim, que São Paulo nos ensine a Evangelizar com toda a nossa vida, todos os dias, sempre!
Ir. Esther Thomasi, fsp

terça-feira, 6 de julho de 2010

PAULO NOS FALA...FRASE DO DIA

(Despedida de Paulo)
“Se eu não tiver amor, eu nada sou!” 1Cor 13,2

O Apóstolo Paulo é conhecido como o “Cantor da caridade”. O Apóstolo entendeu que a essência de Deus é o amor e que nós amamos porque foi Deus que nos amou por primeiro. Insensato, diz a Bíblia, quem não reconhece, não agradece, não retribui o amor de Deus! Vale sempre aquela expressão tão usada: Amor com amor se paga!
Amar a Deus não é lhe fazer nenhum favor, nem pagar-lhe pelo quanto ele nos ama! O amor de Deus é gratuito, infinito, sem medidas. E o caminho para que o nosso amor chegue a Deus, foi traçado e deixado como mandamento por Jesus. Está gravado no coração de cada pessoa. Como Cristãos, precisamos descobri-lo e vivê-lo cada dia. O amor a Deus passa pelo amor ao próximo.
Recordamos de um testemunho eloqüente de uma Senhora que passando pela rua encontrou um mendigo. Olhando-o ela lhe diz: “Jesus ama você, meu irmão!” O mendigo, fixou nela seu olhar e respondeu: “ Minha senhora, que Jesus me ama, eu sei, mas as pessoas não me amam e é por isso que eu estou aqui!”
Sim, com muito esforço, é possível até a gentileza de passar a mão no cabelo cheirento do mendigo, mas quem lhe estenderá a mão para ajudá-lo a levantar-se e encaminhá-lo para uma vida de verdadeiro irmão? Que Jesus e São Paulo, nos ensinem a viver o amor a Deus, através do próximo!
Irmã Esther Thomasi, fsp.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

PAULO NOS FALA...FRASE DO DIA

(São Paulo leva no peito a Palavra de Deus, fonte de toda a sua pregação)

“Que o amor de vocês seja sem hipocrisia...” Rm 12,9
Paulo, mesmo antes de sua conversão, era um jovem autêntico, zeloso pela lei, como um bom fiel judeu. Suas intenções eram de acordo com os princípios adquiridos dos seus pais, do mestre Gamaliel, das tradições. Podemos até pensar que na conversão de Paulo, Jesus tenha podido dizer: Escolhi Saulo, um verdadeiro Judeu, nele não encontro falsidade; por isso eu o faço portador do meu Evangelho para todos os Povos! Porque será que, mesmo sabendo que o amor vem de Deus, nós ousamos em resistir a ele, com a veste do nosso e do nosso egoísmo, dando outro destino a ele?
Percebemos que o amor de Jesus, o amor de Paulo e de tantos outros santos, passam de século em século, beneficiando os que crêem neste amor e o acolhem com humildade para comunicá-lo aos outros. Aos que sinceramente acolhem o amor de Deus, cabe descobrir as iniciativas, para que o amor atinja as pessoas. Quanta criatividade Paulo usou para propagar o Evangelho! Lutou, sofreu, desbravou novos caminhos evangelizando... Só vence nessa batalha contra a hipocrisia, os que usam as armas da fé, da verdade, do amor e sem temer, como Paulo, Tiago, Pedro, André, Dorothy e outros, seguem confessando: “sei em quem acredite e estou certo que ele é fiel e está comigo!” Quem não caminha na estrada da verdade, vai tropeçar em muitas pedras e se machucar.
Ir. Esther Thomasi, fsp.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

1º dia da Novena a São Paulo

(Martírio de Estevão)

1ª Luz - O Martírio de Estevão

O sangue dos mártires é a semente de novos cristãos. Antes mesmo que Tertuliano pronunciasse essa frase, ela já se tornava verdade na vida do mártir diácono Estevão e do perseguidor Saulo de Tarso. Saulo, fiel conhecedor e cumpridor da Lei, desejava em seu íntimo o encontro com o Deus Uno e Estevão, mesmo sendo apedrejado testemunha ver o céu aberto e o Filho do Homem a direita de Deus (cf. At 7, 56). Essas palavras do jovem seguidor de Jesus, certamente não passaram em vão na vida de Saulo. Como uma primeira luz, elas provocaram e transtornaram o seu ser.
Recomendações de Paulo:

“Vivei em paz uns com os outros... sede pacientes para com todos. Vede que ninguém retribua o mal, com o mal; procurai sempre o bem uns dos outros e de todos. Ficai sempre alegre, orai sem cessar. Por tudo daí graças pois essa é a vontade de Deus a vosso respeito, em Cristo Jesus. Não extingais o Espírito; não desprezeis as profecias. Discerni tudo e ficai com o que é bom. Guardai-vos de toda a espécie de mal.”
( 1 Ts 5, 13-22)

Oração de despedida:

É por isso que eu dobro os joelhos diante do Pai, de quem recebe o nome toda família, no céu e na terra. Que ele se digne, segundo a riqueza da sua glória, fortalecer a todos vocês no seu Espírito, para que o homem interior de cada um se fortifique. Que ele faça Cristo habitar no coração de vocês pela fé. Enraizados e alicerçados no amor, vocês se tornarão capazes de compreender, com todos os cristãos, qual é a largura e o comprimento, a altura e a profundidade, de conhecer o amor de Cristo, que supera qualquer conhecimento, para que vocês fiquem repletos de toda plenitude de Deus.
Deus, por meio do seu poder que age em nós, pode realizar muito mais do que pedimos ou imaginamos; a ele seja dada a glória na Igreja e em Jesus Cristo por todas as gerações, para sempre. Amém!

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

2º dia da Novena a São Paulo

( Conversão e vocação de Paulo - caminho de Damasco - Ir.Teresa Groselj, fsp)

2ª Luz - A luz maior: O encontro de Jesus e Paulo no caminho de Damasco

Mesmo antes de seu encontro com Jesus, podemos dizer que Paulo tinha uma extraordinária busca de Deus e um altíssimo ideal de santidade, na mais pura tradição judaica. Essa sua sensibilidade a Deus, o levou a defender com todas as forças aquilo que ele considerava o seu maior tesouro. É esse coração sensível que Jesus encontra em Paulo. E o encontro com ele foi um encontro amoroso, afetivo. Jesus acolhe Paulo com sua graça e a experiência de Damasco torna-se para ele decisiva e marcará toda sua vida. De agora em diante, ele não tem outros desejos, outros projetos, sua vida vai ser Cristo. Até ao ponto de dizer: Para mim, o viver é Cristo. (Fl 1,12)

Oração ao Apóstolo São Paulo

Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.

Recomendações de Paulo:

“Vivei em paz uns com os outros... sede pacientes para com todos. Vede que ninguém retribua o mal, com o mal; procurai sempre o bem uns dos outros e de todos. Ficai sempre alegre, orai sem cessar. Por tudo daí graças pois essa é a vontade de Deus a vosso respeito, em Cristo Jesus. Não extingais o Espírito; não desprezeis as profecias. Discerni tudo e ficai com o que é bom. Guardai-vos de toda a espécie de mal.”
( 1 Ts 5, 13-22)

Oração e despedida:

Que Deus faça Cristo habitar no coração de vocês pela fé. Enraizados e alicerçados no amor, vocês se tornarão capazes de compreender, com todos os cristãos, qual é a largura e o comprimento, a altura e a profundidade, de conhecer o amor de Cristo, que supera qualquer conhecimento, para que vocês fiquem repletos de toda plenitude de Deus.
Deus, por meio do seu poder que age em nós, pode realizar muito mais do que pedimos ou imaginamos;a ele seja dada a glória na Igreja e em Jesus Cristo por todas as gerações, para sempre. Amém!

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

3º dia da Novena a São Paulo

(Paulo e Barnabé. Primeira Viagem Missionária - Ir. Teresa Groselj)
3ª Luz - Paulo torna-se missionário do Evangelho

A experiência que Paulo faz de Cristo em sua vida é tão forte e transformadora que ele não consegue conter só para ele. Como um jarro que não suporta mais a água que traz dentro de si e transborda. Desde Damasco, Paulo recebe a missão de anunciar o nome de Cristo entre os pagãos (cf. At 9, 15). Essa missão ele a cumpre com amor e fidelidade. Nem mesmo os sacrifícios impediram Paulo de cumprir sua missão, por isso ele conclui: “Se Deus está a nosso favor, quem estará contra nós? Quem nos separará do amor de Cristo? Estou convencido de que nem a morte nem a vida, nem os anjos nem os principados, nem o presente nem o futuro, nem os poderes nem as forças das alturas ou das profundidades, nem qualquer outra criatura, nada nos poderá separar do amor de Deus, manifestado em Jesus Cristo, nosso Senhor. “

Oração ao Apóstolo São Paulo

Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.

Recomendações de Paulo:

“Fiquem sempre alegres no Senhor! Repito: fiquem alegres! Que a bondade de vocês seja notada por todos. O Senhor está próximo. Não se inquietem com nada. Apresentem a Deus todas as necessidades de vocês através da oração e da súplica, em ação de graças. Então a paz de Deus, que ultrapassa toda compreensão, guardará em Jesus Cristo os corações e pensamentos de vocês.
Finalmente, irmãos, ocupem-se com tudo o que é verdadeiro, nobre, justo, puro, amável, honroso, virtuoso, ou que de algum modo mereça louvor. Pratiquem tudo o que vocês aprenderam e receberam como herança, o que ouviram e observaram em mim. Então o Deus da paz estará com vocês.”
( Fl 4, 4-8)

Oração e despedida:

“Que a paz de Cristo reine no coração de vocês. Para essa paz vocês foram chamados, como membros de um mesmo corpo. Sejam também agradecidos. Que a palavra de Cristo permaneça em vocês com toda a sua riqueza, de modo que possam instruir-se e aconselhar-se mutuamente com toda a sabedoria. Inspirados pela graça, cantem a Deus, de todo o coração, salmos, hinos e cânticos espirituais. E tudo o que vocês fizerem através de palavras ou ações, o façam em nome do Senhor Jesus, dando graças a Deus Pai por meio dele. “ (Col 3, 15-17)
Amém

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

4º dia da Novena a São Paulo

(Paulo é perseguido por anunciar o Evangelho - Ir. teresa Groselj, fsp)

4ª Luz - De perseguidor Paulo é perseguido

Paulo pode ser considerado uma pessoa que viveu a fidelidade a sua fé a ponto de perseguir com violência os cristãos (cf. Gl 1, 13). Para Paulo eles eram infiéis e certamente sua indignação foi se tornando perseguição. Acredita-se ter sido dessa maneira o primeiro contato de Paulo com os seguidores de Jesus, judeus, em sua maioria, pobres e que além de impuros, pensavam que o Messias era Jesus, um crucificado, considerado maldito. Essa situação confundiu Paulo totalmente. Os cristãos perseguidos se diziam justificados e salvos por Jesus, enquanto Paulo desejava e buscava a justificação e o encontro com Deus pela Lei. O legado da pregação de Jesus é que Deus é Pai e ama a todos, os pobres, os pecadores e impuros. Essa novidade da Boa Nova de Jesus, que no início confunde o coração de Paulo, passa a tornar-se o seu projeto de vida à medida que ele descobre essa ação amorosa de Deus, que não exige dele perfeição, mas pede-lhe sua capacidade de amar. Paulo assume um novo estilo de vida, antes perseguidor, passa agora a viver como pobre, como impuro, como escravo. Ao se identificar com os que antes perseguia se torna também ele perseguido por amor a Jesus Cristo. (cf. 2 Cor 11, 22- 26)
Oração ao Apóstolo São Paulo

Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.

Recomendações de Paulo:

“Vivei em paz uns com os outros... sede pacientes para com todos. Vede que ninguém retribua o mal, com o mal; procurai sempre o bem uns dos outros e de todos. Ficai sempre alegre, orai sem cessar. Por tudo daí graças pois essa é a vontade de Deus a vosso respeito, em Cristo Jesus. Não extingais o Espírito; não desprezeis as profecias. Discerni tudo e ficai com o que é bom. Guardai-vos de toda a espécie de mal.”
( 1 Ts 5, 13-22)

Oração e despedida:

Que Deus faça Cristo habitar no coração de vocês pela fé. Enraizados e alicerçados no amor, vocês se tornarão capazes de compreender, com todos os cristãos, qual é a largura e o comprimento, a altura e a profundidade, de conhecer o amor de Cristo, que supera qualquer conhecimento, para que vocês fiquem repletos de toda plenitude de Deus.
Deus, por meio do seu poder que age em nós, pode realizar muito mais do que pedimos ou imaginamos; a ele seja dada a glória na Igreja e em Jesus Cristo por todas as gerações, para sempre. Amém!

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

5º Dia da Novena a São Paulo dia 28/06

(Paulo em atitude de humilde oração diante de ananias - Ir. Teresa Groselj)

5ª Luz - Presença de Deus na vida de Paulo

Para o Apóstolo, a experiência com Deus foi muito mais que radical, pois foi uma experiência “vital”. Quanto à lei judaica era fariseu zeloso e irrepreensível e levava até as últimas conseqüências sua fé. Como cristão, conservou essa característica forte. A partir da revelação de Jesus em sua vida, tudo para ele tornou-se lixo em comparação com o bem superior que é conhecimento de Jesus Cristo (cf. Fl 3, 8). Paulo, um homem culto, doutor da Lei e de futuro promissor, lança tudo para o alto e valoriza unicamente a pessoa de Cristo. Ele se identifica de tal modo com Jesus que chega a dizer que viver pra ele é Cristo (cf. Fl 1, 21). A vida e o anúncio de Paulo são interligados e decorrem do Mistério de Deus vivido por ele: a missão e a vivência nascem da força do amor de Jesus que o possui por inteiro; Jesus encontra espaço no ser de Paulo, e Paulo cada vez mais deixa Jesus habitar soberano em seu coração.

Oração ao Apóstolo São Paulo

Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.

Recomendações de Paulo:

“Já que vocês aceitaram Jesus Cristo como Senhor, vivam como cristãos: enraizados nele, vocês se edificam sobre ele e se apóiam na fé que lhes foi ensinada, transbordando em ações de graças. Cuidado para que ninguém escravize vocês através de filosofias enganosas e vãs, de acordo com tradições humanas, que se baseiam nos elementos do mundo, e não em Cristo.”
(Cl 2, 6-8)

Oração e despedida:

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e Deus de toda consolação! Ele nos consola em todas as nossas tribulações, para que possamos consolar os que estão em qualquer tribulação, através da consolação que nós mesmos recebemos de Deus. Na verdade, assim como os sofrimentos de Cristo são numerosos para nós, assim também é grande a nossa consolação por meio de Cristo. "
(2Cor 13, 3-5.)

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

6º Dia da Novena a São Paulo

(Paulo recebe o Batismos, fonte da Vida nova em Cristo - Ir. Teresa Groelj)

6ª Luz - O amor é o bem maior

Só podemos compreender o coração de Paulo pela ótica do amor, que desconcerta toda lógica meramente humana. Ele escreve um poema exaltando o amor (cf. 1Cor 13). O amor é o bem maior, é o mais despojado, não busca o seu próprio interesse, não guarda rancor, tudo perdoa e nos desafia a amarmos mais aos outros que a nós mesmos. “O amor tudo suporta, tudo, crê, tudo espera e jamais passará.” O amor foi a meta da vida de Jesus e Paulo e continua sendo o único impulso da vida cristã, caso contrário seria vazia de sentido.

Oração ao Apóstolo São Paulo

Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.

Recomendações de Paulo:

“O convido a reavivar o dom de Deus que está em você pela imposição de minhas mãos. De fato, Deus não nos deu um espírito de medo, mas um espírito de força, de amor e de sabedoria. Não se envergonhe, portanto, de dar testemunho de nosso Senhor, nem de mim, seu prisioneiro; pelo contrário, participe do meu sofrimento pelo Evangelho, confiando no poder de Deus. Tome por modelo as sãs palavras que você ouviu de mim, com a fé e o amor que estão em Jesus Cristo. Guarde o bom depósito com o auxílio do Espírito Santo que habita em nós”
( 2Tm 1, 6-8.13)

Oração e despedida:

“Vistam a armadura de Deus para que, no dia mau, vocês possam resistir e permanecer firmes, superando todas as provas. Estejam, portanto, bem firmes: cingidos com o cinturão da verdade, vestidos com a couraça da justiça, os pés calçados com o zelo para propagar o evangelho da paz; tenham sempre na mão o escudo da fé, e assim poderão apagar as flechas inflamadas do Maligno. Coloquem o capacete da salvação e peguem a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus. “

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

7º Dia da Novena a São Paulo

(Paulo explica as Escrituras aos Tessalonicenses - Ir. Teresa Groselj)

7ª Luz – O anúncio de Paulo “Cristo, e Cristo Crucificado”

Nós, porém, anunciamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. (1 Cor 1,23) Este era o anúncio de Paulo, Cristo crucificado e ressuscitado. Paulo não afasta a dimensão da cruz de sua vida e de sua pregação. Na fraqueza da cruz, Paulo entende a dimensão do amor de Deus, que fazendo-se fraco e sendo humilhado, nos redimiu e nos trouxe vida nova e plena. Essa compreensão de Paulo o faz ver tudo na ótica da cruz: “Fui crucificado junto com Cristo”. ( Gl 2,19) “Para você basta a minha graça, pois é na fraqueza que a força manifesta todo o seu poder”. (2 Cor 12,9)

Oração ao Apóstolo São Paulo

Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.

Recomendações de Paulo:

“Que o amor de vocês seja sem hipocrisia: detestem o mal e apeguem-se ao bem; no amor fraterno, sejam carinhosos uns com os outros, rivalizando na mútua estima. Quanto ao zelo, não sejam preguiçosos; sejam fervorosos de espírito, servindo ao Senhor. Sejam alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração. Sejam solidários com os cristãos em suas necessidades e se aperfeiçoem na prática da hospitalidade... Abençoem os que perseguem vocês; abençoem e não amaldiçoem. Alegrem-se com os que se alegram, e chorem com os que choram. Vivam em harmonia uns com os outros. Não se deixem levar pela mania de grandeza, mas se afeiçoem às coisas modestas.”
( Rm.12)

Oração e despedida:

“Sabemos que todas as coisas concorrem para o bem dos que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o projeto dele. Aqueles que Deus antecipadamente conheceu, também os predestinou a serem conformes à imagem do seu Filho, para que este seja o primogênito entre muitos irmãos. E aqueles que Deus predestinou, também os chamou. E aos que chamou, também os tornou justos. E aos que tornou justos, também os glorificou.... Que o Deus da perseverança e da consolação conceda que vocês tenham os mesmos sentimentos uns com os outros, a exemplo de Jesus Cristo. E assim vocês, juntos e a uma só voz, dêem glória ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. “

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

8º Dia da Novena a São Paulo

(Martírio de Paulo em Roma - Ir. Teresa Groselj)

8ª Luz – O martírio de Paulo

Do sangue derramado de Paulo nasce água pura, uma fonte para regar o ideal de vida cristã do Amor. Livre no Senhor, mas preso em Roma, Paulo é condenado à morte. Para quem se afadigou com o anúncio do Evangelho, com a formação e solicitude por suas comunidades, com as energias do coração e do pensamento totalmente orientadas para Cristo, chega o momento de receber o prêmio eterno e coroa da justiça – 2Tm 4, 8. Paulo na nova dimensão de sua vida pode agora, contemplar na totalidade, quem amou e anunciou com toda sua paixão e fervor: Cristo Jesus.

Oração ao Apóstolo São Paulo

Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.
Recomendações de Paulo:

“Sejam alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração. Sejam solidários com os cristãos em suas necessidades e se aperfeiçoem na prática da hospitalidade... Abençoem os que perseguem vocês; abençoem e não amaldiçoem. Alegrem-se com os que se alegram, e chorem com os que choram. Vivam em harmonia uns com os outros. Não se deixem levar pela mania de grandeza, mas se afeiçoem às coisas modestas.”
( Rm.12)

Oração e despedida:

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo: Ele nos abençoou com toda bênção espiritual, no céu, em Cristo. Ele nos escolheu em Cristo antes de criar o mundo para que sejamos santos e sem defeito diante dele, no amor... Que o Deus da perseverança e da consolação conceda que vocês tenham os mesmos sentimentos uns com os outros, a exemplo de Jesus Cristo. E assim vocês, juntos e a uma só voz, dêem glória ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. “ Ef. 1,3 e Rm 12.

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

9º Dia da Novena a São Paulo

(Paulo é glorificado, levando nas mãos a Palavra que simboliza toda sua vida e missão e todas as pessoas que a acolheram - Ir. Teresa Groselj)
9ª Luz – Paulo é Glorificado
Paulo nos diz: “O que Deus preparou para os que o amam é algo que os olhos jamais viram, nem os ouvidos ouviram, nem coração algum jamais pressentiu.” 1 Cor 12,31. Deus realizava milagres extraordinários pelas mãos de Paulo, a tal ponto que as pessoas pegavam lenços e aventais que tivessem tocado sua pele, para aplicá-lo sobre os doentes, e as doenças os deixavam e os espíritos maus se retiravam, isto é o que nos diz os atos dos apóstolos no Cap. 14 nos Versículos 11 e12.
Paulo agora está em Cristo diante do Pai e intercede por nós, os apóstolos de hoje. Ele intercede para que todos os povos vejam a luz.
Oração ao Apóstolo São Paulo
Ó São Paulo,
Patrono de nossa Arquidiocese,
discípulo e missionário de Jesus Cristo:
ensina-nos a acolher a Palavra de Deus
e abre nossos olhos à verdade do Evangelho.
Conduze-nos ao encontro com Jesus,
contagia-nos com a fé que te animou
e infunde em nós coragem e ardor missionário,
para testemunharmos a todos que
Deus habita esta Cidade imensa
e tem amor pelo seu povo!
Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo,
ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.
Recomendações de Paulo:
“Sejam solidários com os cristãos em suas necessidades e se aperfeiçoem na prática da hospitalidade... Abençoem os que perseguem vocês; abençoem e não amaldiçoem. Alegrem-se com os que se alegram, e chorem com os que choram. Vivam em harmonia uns com os outros. Não se deixem levar pela mania de grandeza, mas se afeiçoem às coisas modestas.”
( Rm.12)

Oração e despedida:

“Que o Deus da perseverança e da consolação conceda que vocês tenham os mesmos sentimentos uns com os outros, a exemplo de Jesus Cristo. E assim vocês, juntos e a uma só voz, dêem glória ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.“ Rm 12.

SÃO PAULO APÓSTOLO, ROGAI POR NÓS!

PAULO NOS FALA...FRASE DO DIA

( Pregaçã de Paulo em Atenas)

“O amor Jamais Passará...” 1Cor 13,8

Que feliz conclusão São Paulo dá ao seu hino, afirmando que o Amor Jamais Passará! As mensagens que ele transmitiu, constituem-se para nós, em certezas que orientam nosso viver. É muito consoladora a certeza de que enquanto vivemos neste mundo, toda expressão de amor a Deus e ao Próximo, por mínima que seja, é eterna. É Paulo que acrescenta: “Agora resta a fé, a esperança e o amor, mas o maior de todos é o amor!” Passarão todos os dons, inclusive a fé, a esperança, a profecia, o entendimento, mas o amor permanecer
Neste mundo tudo é transitório , tudo passa muito rápido, mas sabemos que tudo nos é dado para o louvor do Senhor. Devemos viver o amor na partilha concreta com o nosso próximo. Pois se não tivermos amor, nada seremos, como diz o Apóstolo Paulo: “Se eu não tiver amor eu nada sou!” O amor vivido e partilhado sempre foi fonte de paz e alegria, na vida e também na morte. Comprova está verdade o testemunho de tantos cristãos. Uma religiosa, horas antes de sua partida para a eternidade, em meio a muito sofrimento, sorria alegremente. Quando alguém lhe perguntou o motivo daquele sorriso ela respondeu: “Sinto-me muito feliz, porque gastei a minha vida para amar a Deus e o próximo, como Jesus me pediu, sei que levo para o céu toda a caridade que vivi! Vou contente!”
Se as nossas muitas expressões de amor, por mínimas que sejam, levarem o “selo” do amor verdadeiro, já estão escritas na Palma da mão de Deus!
Irmã Esther Thomasi, fsp.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

PAULO NOS FALA...FRASE DO DIA

(São Paulo acolhe a vontade de Deus e se torna tudo para todos - Basílica de São Paulo fora dos muros - Roma)

“O amor não procura seu próprio interesse, não se irrita, não guarda rancor...” 1Cor 13,5

Uma grande descoberta que Paulo fez, foi amar gratuitamente, sem buscar seus próprios interesses, ele foi capaz de amar despojadamente, Livre. Isso, porém, não é uma missão fácil, porque o nosso egoísmo é uma força que reclama os direitos de ter seus bens, de acumular para proveito próprio. A conversão de São Paulo foi total. Ele se esvaziou de tudo o que era velho, superficial, e egoísta, para dar lugar em sua vida ao novo que chegava: Jesus Cristo! Nada de exageros, nenhum bem material para sua comodidade, nada de esmolas para viver. Trabalhava com suas próprias mãos, para seu sustento, sem ser peso para os outros.
Se no nosso mundo hoje, há tanta violência, guerra, fome, é porque, certamente, ainda existe muitas pessoas que se deixam dominar pelo egoísmo e pelos interesses pessoais. Consola-nos, porém, perceber que valores como o amor gratuito, a colaboração, a solidariedade, a partilha, ainda são vividos hoje por muitas pessoas e testemunhado por outros milhares de anônimos que como Paulo dedicam suas vidas a fazerem o bem. O Evangelho diz: Que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua direita. Há muitas mãos direitas oferecendo vida aos mais empobrecidos, sem que nós tomemos conhecimento. Agradeçamos ao Senhor por todos aqueles que desprendidos de si mesmos dedicam suas vidas ao cuidado dos que mais necessitam e peçamos ao Senhor um coração capaz de amar sem medidas, como o coração de Paulo, disposto a dar a vida por amor!
Ir. Esther Thomasi, fsp.