segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Seguidores dos Seguidores dos Passos de Paulo...



Luce - Canção em homenagem a Chiara Luce

Splendevi proprio qui
fra tante ma non lo sai
ancora piccola tu sei.

Riflesso, ombra, luce
ognuno ha un posto suo
ma tu cercavi di più.

Allora, una calda brezza
ha preso entrambe le tue mani
e adesso nel tuo cuore ti dirà...

CORRI, CORRI, BRILLA ACCANTO A ME
NELLA STESSA LUCE.
CORRI, CORRI, BRILLA, BRILLA CHE
LUCE CHIARA E BELLA SEI.

La sera aspettava di
vederti sorridere
per sciogliersi nella tua luce.

E sempre sentivi che
da sola non eri mai
perché il Sole splende in te.

La brezza ora lo sai
soffia sempre accanto a te
e adesso dal tuo cuore si alzerà.

CORRI, CORRI, DIMMI CHE NON C'E'
NULLA DA TEMERE!
CORRI CORRI, BRILLA, BRILLA CHE
LUCE CHIARA E BELLA!
CORRI, CORRI, DIMMI CHE NON C'E'
NULLA DA TEMERE!
CORRI, CORRI, BRILLA, BRILLA CHE
LA TUA LUCE È ORA IN ME.


E a tradução:

Brilhavas junto aqui
entre tantos sem saber
pequena ainda tu és

Reflexo, sombra e luz
cada um no seu lugar
mas tu buscavas algo mais

Então uma morna brisa
que te leva pelas mãos
e agora então tua alma te dirá...

Corre, corre, brilha junto a mim,
luz do meu caminho
corre, corre, brilha, brilha que
luz tão clara e bela és

A noite esperava que
estivesses a sorrir
para correr para a tua luz

Sempre sentias que
sozinha não estavas mais
porque este Sol brilha em ti

A brisa tu já sabes
sopra sempre junto a ti
e agora da tua alma subirá!

Corre, corre, diga que não há
nada que temer
corre, corre, brilha, brilha que
luz clara e bela
corre, corre, diga que não há
nada que temer
corre, corre, brilha, brilha que
é a tua luz que brilha em mim.

Fonte: http://www.lucas.melo.nom.br/focolares

No Programa Nos Passos de Paulo de hoje, conversamos com as jovens: Viviani, Luciana e Maria Chiara, que fazem parte do Movimento dos Focolares e partilharam conosco um pouco da Vida da Jovem Chiara Luce Badano que no dia 27 de Setembro foi Beatificada pelo Papa Bento XVI.
Mas, quem foi Chiara Luce Badano?
Chiara nasceu na cidadezinha de Sasselo, no norte da Itália. Filha única de pais que esperaram 11 anos pela gravidez tão desejada. Segundo a família, desde pequena demonstrou muita preocupação com os mais necessitados e no Jardim da Infância dizia que queria ser médica para cuidar dos doentes na África.
Os amigos contam que ela era uma criança alegre e bastante ativa, mas com uma sensibilidade para as coisas divinas.
Aos 9 anos de idade conheceu o movimento Gen (Geração Nova), um ramo juvenil do Movimento dos Focolares (http://www.focolares.org.br/). Viveu a sua espiritualidade e pouco a pouco envolveu também os pais na proposta de colocar Deus em primeiro lugar de sua vida.
Na adolescência se dividia entre os estudos e a prática de esportes. Um dos momentos mais marcantes da adolescência foi quando acabou reprovada na escola e teve que enfrentar a dor da humilhação e recomeçar. Sobre esse episódio ela escreveu:
«Este ano estou numa classe e numa seção nova, porque estou repetindo o ano. Quando entrei pela primeira vez na sala de aula tinha um certo receio, porque não conhecia ninguém e tinha medo de ser facilmente posta de lado pelos outros. Depois pensei que podia assemelhar-me um pouco a Jesus Abandonado e entrei cheia de alegria. Os colegas foram muito simpáticos comigo e já nos conhecemos todos. Então pedi a Jesus para estar sempre pronta a querer-lhes bem, em cada momento».
A jovem tinha freqüentes dores no ombro esquerdo, mas não dava importância. Aos 17 anos, durante uma partida de tênis, teve que largar a raquete porque a dor aguda a impedia de jogar.
Exames confirmaram que ela tinha um osteossarcoma, um tumor maligno muito grave. Os pais contam que ao receber o diagnóstico ela se fechou no quarto por 25 minutos em silêncio.
Ao sair, disse sorrindo à mãe que tinha conversado com Jesus através de uma oração e que estava disposta a aceitar o difícil tratamento que viria: “Se é o que você quer, Jesus, é o que eu quero também”.
O bispo de Turim a visitava no hospital e confirmou que todos, inclusive médicos ateus, ficavam desconcertados com o clima de paz e alegria que a jovem irradiava. Os amigos que a visitavam para consolá-la voltavam para casa consolados. Pouco antes de falecer, ela revelou: “Vocês não podem imaginar como é agora o meu relacionamento com Jesus... Sinto que Deus me pede algo mais, algo maior. Talvez seja ficar neste leito por anos, não sei. Interessa-me unicamente a vontade de Deus, fazê-la bem no momento presente: aceitar os desafios de Deus. Se agora me perguntassem se quero andar (a doença chegou a paralisar as pernas com contrações muito dolorosas), eu diria não, porque assim estou mais perto de Jesus”.
A Igreja Católica reconhece em Chiara Badano um exemplo que poderá inspirar muitos outros jovens a fazer a Vontade de Deus, nas circunstâncias mais simples até as mais dolorosas.

Fonte:www.chiaralucebadano.it

Para conhecer ainda melhor a vida de Chiara Luce, adquira o Livro A Clara Luz de Chiara Luce Badano da Editora Cidade Nova,


pelo site: http://www.cidadenova.org.br/

Contatos: Movimento dos Focolares - SÃO PAULO (SP)
Masculino: (11) 3884.1221 • focmsaopaulo@focolares.org.br
Feminino: (11) 5055.0607 • focfsaopaulo.sp1@focolares.org.br
Feminino: (11) 3864.8603 • focfsaopaulo.sp2@focolares.org.br
Mariápolis Ginetta: (11) 4158.1215 focmginetta.adsum@focolares.org.br
(11) 4158.3305 • focfginetta.fiat@focolares.org.br
C. Mariápolis: (11) 4158.3583 e 4158.1330 cmginetta@focolares.org.br
Maysa Monteiro: monteiro.maysa@gmail.com
Fone: (011) 5055 0073

Nenhum comentário:

Postar um comentário