quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Com a letra O...

A Missão do Apóstolo Paulo começou em oração, e segundo a tradição, terminou também em oração quando ele foi martirizado. Todo o seu ministério baseava-se na oração e se desenvolvia a partir dela. Para Paulo, a vida cristã era um ato de oração. Mas a oração em sua vida não surgiu só depois do seu encontro com Jesus. Paulo era um jovem fariseu “zeloso” e se considerava irrepreensível quanto à justiça. Por isso podemos dizer que ele participava plenamente das orações que faziam parte da vida dos Judeus.
Também em suas cartas, Paulo reza constantemente. Reza pelos seus colaboradores, como na carta aos Filipenses onde ele diz: “Agradeço ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vocês. E sempre, em minhas orações, rezo por todos com alegria, porque vocês cooperaram no anúncio do Evangelho, desde o primeiro dia até agora.” E ele não só reza, mas também aconselha as suas comunidades que façam tudo em espírito de oração. Ele diz: “Apresentem a Deus todas as necessidades de vocês através da oração e da súplica, em ação de graças. Então a paz de Deus, que ultrapassa toda compreensão, guardará em Jesus Cristo os corações e pensamentos de vocês.”
Que a oração, seja o nosso sustento na missão, assim como foi para o Apóstolo Paulo, a fim de que um dia possamos dizer como Ele: “Já não sou eu que vivo é Cristo que vive em mim”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário