sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O Discernimento em Paulo...

Discernir é compreender uma situação e decidir sobre qual caminho tomar. Passamos então pelas perguntas sobre O QUE fazer e COMO fazer? Paulo nos ajudou a solucionar estas questões mostrando que o discernimento se caracteriza por OLHAR A REALIDADE, PENSAR SOBRE ESTA REALIDADE E INTERAGIR COM E NESSA REALIDADE. Por isso o cristão deve tomar sempre as suas decisões a partir dos ensinamentos de Jesus Cristo. É assim que acontece o discernimento.
Na comunidade de Corinto se discutia muito sobre o que era permitido fazer e o que era proibido fazer. Hoje também acabamos falando de tudo o que NÃO se pode fazer e Paulo responde 'TUDO É PERMITIDO, MAS NEM TUDO CONVÉM'. Paulo então não se preocupa com o que NÃO É permitido fazer e SIM realizar um julgamento com os valores cristãos.
Estes valores acontecem pelo amor. Um Amor que age e transforma o mundo! O amor apresentado por Paulo e por Jesus Cristo é um amor que participa, que está presente no mundo e modifica este mundo de maneira a construir valores de um Reino, o Reino de Deus que, como nos lembrou o apóstolo Paulo, 'o reino de Deus não consiste em palavras, porém em ações'. O discernimento deve levar a ações. É com estas ações que acontece a dinâmica do amor. Um amor em movimento.
Rodrigo Drubi
Teólogo

Nenhum comentário:

Postar um comentário