segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Saulo de Tarso queria subir na escala social

(Museu de São paulo em Tarsus)
Estamos acompanhando a vida do Apóstolo Paulo. Na semana passada vimos a infância e os estudos que o jovem saulo fez. Hoje vamos falar dos projetos de vida do jovem, sempre lembrando que antes de se tornar missionário ele se chamava Saulo de Tarso. Ele queria estudar em Jerusalém e ser doutor, professor da Lei judaica. Talvez tivesse interesse de subir na escala da cidadania romana.
Podemos dizer que Saulo era um cidadão Romano plebeu. Mas provavelmente não queria passar a vida inteira nessa condição. Queria estudar muito, ir ao máximo grau do estudo da época, ser um grande professor e conquistar o título de cidadão patrício.
É provável que a família de Saulo tenha empenhado todas as economias, primeiro para fazê-lo estudar na universidade de Tarso, depois para mandá-lo a Jerusalém, se especializar na religião judaica, na escola de Gamaliel, ser um doutor da lei.
Assim, ele estaria com o futuro garantido economicamente, poderia ter alunos e se manter, poderia até comprar o título de cidadão patrício.
Mas Deus tinha outros caminhos para ele. Em Jerusalém ele conheceu os seguidores de Jesus. E isso mudou o seu projeto de vida. É o que vamos ver na semana que vem.
Irmã Maria Inês Carniato, fsp

Nenhum comentário:

Postar um comentário