segunda-feira, 19 de julho de 2010

O FILHO DA GRANDE METROPÓLE

(São Paulo leva sobre o Peito o Evangelho que será sua regra de Vida)

Hoje começaremos a conversar sobre a trajetória de vida do Apóstolo Paulo, que foi longa, intensa e variada. De fato, além do que é narrado no livro dos Atos dos Apóstolos, há também o que ele mesmo revela nas cartas e, além disso, as pesquisas dos estudiosos, porque alguns detalhes não aparecem nos textos bíblicos, como a família, infância e a vida de Saulo antes de sua chegada a Jerusalém. Mas há outras fontes históricas que permitem saber algo mais de sua vida.
Paulo era conhecido como de Tarso, porque era costume, nomear as pessoas pela origem. Sabemos que Paulo era judeu, inclusive, fariseu e doutor da Lei, mas a cidade natal dele não pertencia à Palestina e sim à província romana da Cilícia, ao norte, acima da Palestina.
Tarso era ponto de chegada e partida na rota das caravanas entre Oriente e Ocidente e lugar de encontro de nações, línguas, povos e culturas: judeus, asiáticos, persas, fenícios, assim como gregos e romanos a habitavam ou freqüentavam.
O menino Saulo, com certeza, foi educado em toda a tradição dos judeus, primeiro em casa, depois na escola da sinagoga. E só mais tarde, teria ido aprender dos mestres gregos na universidade, já com intenção de no futuro, ser um intelectual, um professor e doutor da tradição judaica.
Irmã Maria Inês Carniato, fsp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário